Retomada do turismo no Brasil: 7 destinos de praia e montanha

Dicas Paraty e Mamanguá
E as praias de Paraty, Paraty Mirim e Mamanguá são assim

A quantas anda a retomada do turismo no Brasil? Muitos destinos já estão abertos, e alguns vêm apresentando queda ou estabilidade nos casos de Covid-19, o que possibilita uma volta gradual mais segura das viagens. Listamos aqui 7 dessas cidades que reabriram ao turismo no Brasil, de mar e montanha. São eles Jeri, Lençóis Maranhenses, Paraty, Búzios, Penedo, Monte Verde, Chapada dos Veadeiros e Pipa.

Reabertura dos Lençóis Maranheneses.

O Parque Nacional  dos Lençois foi aberto no início de julho, e as cidades de Barreirinhas e Santo Amaro estão operando passeios para as lagoas.  Pelo decreto do ICMbio, os carros devem sair com lotação máxima de 55% . Já as pousadas e restaurantes, pela decisão de cada município, não podem ter ocupação acima de 40%.

Relatos de viajantes que estiveram lá contam que, apesar dos funcionários de pousadas e restaurantes seguirem os protocolos e estarem todos de máscara, nem todos os viajantes respeitam a norma de segurança.

Já entre as pousadas, é bom buscar as que têm o  certificado como Covid Friendly (pelo Booking). É o caso da  Rancho das Dunas em Santo Amaro e da Encantes do Nordeste em Barreirinhas. Ambas  implementaram aferição de temperatura, totem com álcool gel na entrada, desinfecção das bagagens e interditou a piscina.

Reabertura Lençois Maranhenses: a pousada Encantes do Nordeste, em Barreirinhas

Reabertura Lençois Maranhenses: a pousada Encantes do Nordeste, em Barreirinhas

Sobre os passeios, em Barreirinhas eles têm saído lotados e com capacidade acima de 55%. Em Santo Amaro, que naturalmente é mais vazio, viajantes contam que o fluxo de turistas está bem baixo, e que as agências estão negociando bastante as tarifas e propondo pacotes de passeios privativos com valores mais “acessíveis”.

Reabertura do turismo no Rio de Janeiro: Paraty

O começo de agosto foi de reabertura para o turismo em Paraty. A cidade saiu da zona vermelha e foi para a azul, que indica a redução de casos na região. Mesmo assim, a barreira sanitária permanece para carros de passeio e ainda está proibido o acesso de vans e ônibus de turismo.

Fora isso, na entrada, os visitantes terão que apresentar o termo de responsabilidade disponibilizado no site da Prefeitura de Paraty. Todos os membros da família devem preencher o formulário e encaminhar para o e-mail indicado os documentos pessoais.

 

Lugares isolados e lindos para viajar: a igreja construída em 1700, ainda de pé na pacata Paraty-Mirim

Lugares isolados e lindos para viajar: a igreja construída em 1700, ainda de pé na pacata Paraty-Mirim

Pousadas e hotéis estão funcionando com capacidade reduzida e protocolos bem definidos. Todos devem disponibilizar álcool 70% nas áreas comuns, assim higienizar os equipamentos e ambientes nas trocas de turno. O uso de máscara é para todos e EPI`s para funcionários da limpeza.

Dentre as pousadas, recomendo a Casa Turquesa. Fica no centro, perto do cais, e faz parte da coleção Circuito Elegante. Além dos protocolos de prevenção do Covid-19 indicados pela prefeitura e pelo Circuito Elegante – a Casa Turquesa tem todos os selos de segurança – a proprietária Tetê Etrusco fez questão ainda de contratar a consultoria de Marcelo Boeger, especialista em hospitalidade hospitalar.

_ Também resolvemos abrir apenas duas semanas depois da retomada do turismo na cidade, para voltarmos com a máxima segurança – conta ela.

A pousada está operando com 50% da capacidade, uso obrigatório de máscaras e aferição de temperatura em colaboradores e hóspedes. O café da manhã é servido na mesa, a piscina funciona com capacidade reduzida, e a biblioteca sob supervisão. Na avaliação de Tetê, a reabertura está sendo feita de forma muito segura.

_ Para começar, a cidade se comportou muito bem durante a pandemia. E agora, há pessoas, mas não há aglomeração, o público tem agido de forma consciente. Além dos mais, nem tudo está funcionando. Alguns passeios e alambiques, por exemplo, seguem fechados. Estamos reabrindo gradualmente – conta.

Onde ficar em paraty: a casa turquesa, no centro histórico

Onde ficar em paraty: a casa turquesa, no centro histórico

Melhores hoteis de Paraty: o quarto da Casa Turquesa

Melhores hoteis de Paraty: o quarto da Casa Turquesa

Vista do quarto para as ruas históricas

Vista do quarto para as ruas históricas

Outra pousada que segue todas as regras de segurança sanitária é a Sandi, no centro histórico.

A reabertura, programada para o dia 20 de agosto, teve adaptações como check-in online, treinamento dos funcionários, aferição da temperatura na chegada e totem com álcool 70%. Os hospedes poderão usar piscina e sauna mediante a reserva de horário.

Protocolo de segurança em Paraty: os quartos da Pousada do Sandi são higienizados com frequência e sempre arejados.

Protocolo de segurança em Paraty: os quartos da Pousada do Sandi são higienizados com frequência e sempre arejados.

Já para quem quiser se hospedar em uma casa no centro histórico, tem a casa colonial, no coração da cidade e perto da praia do cais.

Casa para aluguel no centro histórico de Paraty: opção para uma viagem em meio à pandemia

Casa para aluguel no centro histórico de Paraty: opção para uma viagem em meio à pandemia

Se preferir se isolar mais em Paraty, há as opções de casas de temporada, que ficam em áreas de pouco trânsito. Toda a limpeza é feita antes da chegada e a família pode ficar a vontade em um espaço reservado. Uma delas é essa, na baía de Paraty-Mirim.

Leia também: O que fazer em Paraty: roteiro de 5 dias

Opções de hospedagem mais isolada, como as casas de temporada em Paraty Mirim.

Opções de hospedagem mais isolada, como as casas de temporada em Paraty Mirim.

Para os restaurantes e bares, os protocolos de higiene seguem os mesmos, mas o espaço deve receber somente 50% da capacidade, até 22h.

Se quiser uma dica, adoro o Banana da Terra, e está com cardápio digital, reservas on-line e cuidados om distanciamento e limpeza.

Onde comer em Paraty: restaurantes funcionando com 50% da capacidade e sem restrição de horários.

Onde comer em Paraty: restaurantes funcionando com 50% da capacidade e sem restrição de horários.

Por fim, não há restrições de acesso as praias de Paraty. Todas estão abertas para utilização e permanência na areia, desde de que haja distanciamento entre grupos de pessoas.  Porém, Trindade, Paraty-Mirim e a margem esquerda do Saco de Mamanguá  estão fechadas ao turismo.

O funcionamento de barcos de turismo foi liberado também, mas com capacidade de 50% somente. Lembrando que o uso de máscara é obrigatório e a disponibilidade de álcool 70% por parte das empresas também.

Quanto tempo ficar em Paraty e Mamanguá

Paraty e Mamanguá: reabertas com protocolos de segurança

Reabertura do turismo em Jericoacoara

Jericoacoara reabriu para o turismo em 8 de agosto. O município foi um dos primeiros a fechar, e está com quedas de caso há 5 semanas (segundo dados de 18 de agosto).  A expectativa da Secretaria de Turismo é de que uma retomada da ocupação de 80% até o fim de agosto.

Os hotéis, entre outras recomendações, devem servir o café no quarto. Já aferição de temperatura dos hóspedes e funcionários usando EPIs é obrigatório.

Restaurantes, bares e barracas de praia , por sua vez, poderão funcionar das 7h às 18h, com público limitado a 50% da sua capacidade. Após esse horário, somente será permitido a retirada ou entrega de refeições, sem atendimento em mesa ou balcão.

Lagoa do Paraíso: passeios em Jeri e no parque estão operando normalmente

Lagoa do Paraíso: passeios em Jeri e no parque estão operando normalmente

As praias estão abertas, e os passeios sendo feitos normalmente. Para ver o que fazer, leia nosso guia sobre Jeri.

Já entre os hoteis, o Casa de Areia, a Vila Kalango são ótimos. E, mais exclusivo e com piscina privativa nos quartos, tem o Essenza, que eu adoro.

Essenza: piscina privativa na varada é um plus nas viagens que pedem distanciamento

Essenza: piscina privativa na varada é um plus nas viagens que pedem distanciamento. Credito: Essenza

Lugares que reabriram para o turismo: Penedo

Cidade charmosa na serra carioca, Penedo reabriu ao turismo ainda em junho, mas mantendo restrições. Há uma barreira sanitária na entrada da cidade, que verifica o fluxo de viajantes. Quem deve fazer o envio dos dados dos hóspedes são as próprias pousadas, então entre em contato depois da reserva para cobrar esse envio.

Além disso, é aferida a temperatura e checado os dados de permanência conforme reserva.

Os hotéis só podem disponibilizar 40% dos quartos para reserva e todos os hóspedes que chegam precisam ter a temperatura aferida e acesso ao álcool 70% na recepção.

Um que fica no centro e tem boa estrutura é o Terras da Finlândia, com quartos amplos, protocolo rígido de limpeza, checagem de temperatura sempre na recepção e áreas reorganizadas para aumentar o distanciamento entre os hospedes.

Onde se hospedar em Penedo: Terras de Finlândia com protocolo de limpeza e medidas de segurança.

Onde se hospedar em Penedo: Terras de Finlândia com protocolo de limpeza e medidas de segurança.

Nossa sugestão mesmo é que o destino seja para relaxar em meio a natureza, que é o caso da Pousada Serra da Índia, localizada em uma área verde, com apenas 14 chalés e acesso restrito. Outro nesse mesmo clima é o Reserva Penedo.

Turismo pós Covid-19: Pousada Serra da Índia é isolada e ótima para relaxar.

Turismo pós Covid-19: Pousada Serra da Índia é isolada e ótima para relaxar.

Os bares e restaurantes de Penedo funcionam sem restrição de horário mais com capacidade máxima de 50%. Ainda, é preciso fazer reserva com pelo menos 24h de antecedência, para que o estabelecimento possa notificar à prefeitura dos clientes de cada dia.

Um dos lugares mais charmosos da cidade para comer é o restaurante Jardim Secreto, com decoração campestre. Destaque para as massas.

Retomada do turismo no Brasil: reabertura de Búzios

Seguindo a Retomada do turismo no Brasil, no litoral norte do Rio, Búzios teve sua reabertura ao turismo no dia 1 de agosto, porém com regras de lotação e acessos aos pontos turístico.

Além disso, as barreiras sanitárias estão mantida por tempo indeterminado e os viajantes precisarão parar na entrada da cidade para aferir a temperatura corporal e apresentar o QR Code fornecido pelo hotel reservado.

Buzios no inverno: João Fernandinho sem multidão

João Fernandinho sem multidão

Falando primeiro dos hotéis, aqueles que optaram por reabrir já em agosto (alguns só retornarão em setembro) só podem receber 70% da capacidade total e devem seguir diretrizes de higiene e proteção. O uso de máscara é obrigatório para funcionários e hóspedes e a limpeza dos ambientes comuns precisam ser feitas duas vezes ao dia.

Dos lugares já abertos, recomendamos o Casas Brancas Boutique Hotel & Spa, que complementou com cuidados extras com EPI`s para funcionários da limpeza e medição de temperatura de hóspedes e fundiários.  E também a Pousada Bucaneiro.

Onde se hospedar em Búzios: Hotel Casas Brancas, que está tomando todas as medidas para segurança na reabertura.

Onde se hospedar em Búzios: Hotel Casas Brancas, que está tomando todas as medidas para segurança na reabertura.

Onde ficar em buzios: a pousada Bucaneiro

Onde ficar em buzios: a pousada Bucaneiro

Outro hotel em Búzios que também tem preocupação extra para receber os hóspedes é o Vila da Santa Hotel Boutique & Spa, em frente a praia dos Ossos. Dos cuidados, uso obrigatório de máscara, aferição de temperatura, limpeza diária e check-in feito online, para reduzir o tempo na recepção.

Retomada do turismo no Brasil: Vila da Santa, que segue os cuidados e tem áreas bem arejadas.

Retomada do turismo no Brasil: Vila da Santa, que segue os cuidados e tem áreas bem arejadas.

E as praias? O banho de sol segue proibido, mas foram permitidas as atividades como caminhada, SUP, surf, kite.

Já os bares e restaurantes seguem as regras anteriores, pois em julho já foi permitida a abertura com 50% da capacidade total e funcionamento até as 23h.

Leia também o post O que fazer em Búzios

Retomada do Turismo no Brasil: Praia da Pipa

Um dos destinos mais procurados no Rio Grande do Norte, Pipa, reabriu no dia 8 de julho. Não há barreiras de acesso, mas todos os estabelecimentos locais precisam cumprir o decreto que só autoriza 50% da capacidade. Isso vale para  hoteis, restaurantes, agências de passeio e todo o resto.

E restaurantes precisam fechar 23h.

Além da capacidade reduzida, o protocolo de higiene é obrigatório, com limpeza diária dos ambientes comuns, uso de máscara por todos e álcool em gel 70% disponível.

O melhor hotel da Pipa, mais exclusivo e mais lindo, é o Toca da Coruja, que faz parte dos selos Roteiros de Charme e Conde Nast.  Fica em uma reserva de mata atlântica, cercada por 25 mil metros quadrados de verde, e de frente para a praia. Conta com apenas 16 apartamentos e 12 bangalôs, lindíssimos.

Melhor hotel da Pipa: o Toca da Coruja é exclusivo e perfeito para se isolar

Melhor hotel da Pipa: o Toca da Coruja é exclusivo e perfeito para se isolar. Na foto, a área da praia

A acomodação do Toca da Coruja: peças de garimpo, aconchego e personalidade

A acomodação do Toca da Coruja: peças de garimpo, aconchego e personalidade

Menos exclusivo, mas muito bom também, tem o Hotel Sombra e Água Fresca, de frente para a praia, com varandas individuais e suítes com hidromassagem, o Bupitanga e a Pousada Tartaruga.

Onde ficar em Pipa: varandas individuais do Hotel Sombra e Água Fresca, ideais para distanciamento social.

Onde ficar em Pipa: varandas individuais do Hotel Sombra e Água Fresca, ideais para distanciamento social.

Os bares e restaurantes seguem as mesmas regras, reservando somente 50% do espaço e garantindo distância mínima de 2 metros entre as mesas. O uso da máscara é obrigatório, tirando somente durante o consumo na mesa.

Muitos estão realizando reserva para evitar espera na entrada, então fique atento.O meu favorito é o Tapas.

Já as praias e os quiosques estão abertos, com uso obrigatório de máscara.

O que fazer em Pipa: caminha pelas praias pouco movimentadas é a pedida.

O que fazer em Pipa: caminha pelas praias pouco movimentadas é a pedida.

Mas, se você quer aproveitar de fato a beleza local, caminhe a pé mesmo. Mesmo em passeios com número de pessoas reduzido, sozinho nas praias é mais fácil cumprir o distanciamento social e aproveitar o cenário paradisíaco com segurança

Reabertura de Monte Verde

Localizada no sul de Minas, Monte Verde reabriu ao turismo em  4 de junho, com taxa de ocupação de até 40%. Porém, as aéreas de lazer, como piscinas, salão de jogos e saunas, não poderão ser utilizadas.

O turista que chega em monte verde encontra comércio, bares e restaurantes abertos, mas com restrições. Bares e restaurantes, por exemplo, só podem ter duas pessoas por mesa, a não ser quando se tratar de menores de idade com os pais, e as mesas precisam de 2 metros de distância entre si.

Já parques e pontos turísticos seguem fechados, com exceção da Trilha da Pedra Redonda.

Para se hospedar, eu adoro o Jardim da Mantiqueira. Fica bem no centrinho, a uma quadra das galerias e restaurantes, mas é de uma paz absoluta. Outro bem gostoso é o Village de Minas.

Retomado do turismo em Monte verde: o Jardim da Mantiqueira

Retomada do turismo em Monte verde: o Jardim da Mantiqueira

Leia também

E siga o Juju na Trip no instagram

 

 

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.