Gainesville: cavernas com lagos, nascentes azuis e muito mais

Ichetucknee Springs
Ichetucknee Springs

Quando a tarde cai em Gainesville, a cidade se reúne à beira dos gramados da universidade para assistir a uma revoada de milhares de morcegos. De 250 mil morcegos, para ser exata. O programa – nada usual – é só mais um dos muitos diferentes e sensacionais de Gainesville, que inclui ainda mergulhos em cavernas pré-históricas, passeios por vilarejos de 1700 e nascentes de águas cristalinas.

E isso tudo a 2h de Orlando (não consigo entender como as pessoas ficam 20 dias em Orlando, e não tiram um tempo para explorar o entorno, que guarda surpresas como Gainesville e Crystal River) ou a 5h30 de Miami.

E leia os outros posts desse nosso roteiro pela Flórida (nosso trajeto foi Florida Keys, Miami, Palm Beaches, Gainesville e Crystal River):

 

Onde ficar em Gainesville

Esqueça os grandes hotéis. Em Gainesville, o bacana é ficar nos históricos B&B, que ocupam casarios datados de 1800 e são cheios de personalidade.  Eles se concentram numa área de três/quatro quarteirões chamada Historic B&B’s, próxima de Downtown Gainesville, e os melhores são o Sweetwater Branch Inn e o Magnolia.

Nos hospedamos no  Sweetwater Branch Inn, e nossa experiência foi maravilhosa. O hotel ocupa uma propriedade linda, com diversos chalés completos super bem mobiliados, piscina, bicicletas para os hóspedes e um café da manhã da fazenda maravilhoso. É um hotel com alma, e também muito romântico.

 

O Sweetwater Branch Inn: o hotel é formado por diversas casas como essas, e cada uma é uma habitação.

Como chegar em Gainesville

O mais próximo é a partir de Orlando, via Florida’s Turnpike e I-75. São 2h de estrada super bem sinalizada e bem conservada. Eu aconselho fazer uma dobradinha com Crystal River, que é nessa mesma região, e ficar uns dois dias a mais.

Quanto tempo ficar?

Além de ter um vilarejo histórico muito bonitinho, Gainesville é cercada de lugares interessantes para explorar. Por isso, recomendo pelo menos 3 dias inteiros por aqui (lembrando que eu somos slow travellers, não gostamos de bate-volta e de explorar os lugares com pressa)

Fiz um roteiro dos nossos dias em Gainesville abaixo, com detalhes do que ver e fazer em casa dia

O que fazer em Gainesville: dia 1

Comece o dia por Devil’s Den Spring, uma caverna pré-histórica com um  lago subterrâneo (a temperatura é sempre de 22 graus) onde você pode fazer cilindro ou snorkel. Para você ter uma ideia do lugar, há fosseis achados nessa caverna que datam de 33 milhões de anos atrás.

Devil’s Den lembra muito os cenotes do México. Olhando de cima, é um buraco na superfície. De dentro, é uma caverna lindíssima com estalactites e um lago profundo de água azul e cristalina.

Nós fizemos apenas snorkel ( valor da entrada no parque começa em US$15, e a locação do equipamento do snorkel é US$10) , e depois relaxamos um pouco do lado de fora. Devil’s Denn tem uma estrutura bacana, com um base onde você pode alugar roupas de borracha e todo o equipamento necessário, e um jardim com mesas de Picnic.

Depois, sugiro almoçar no Blue Highway, uma pizzaria (com algumas saladas e burgueres) bem local e com um visual bem típico. A comida é super bem servida e gostosa  (salada orgânica cerca de US$8 e pizza cerca de US$16).

O Blue Highway é no caminho de Micanopy, nossa próxima parada. Micanopy é um vilarejo perdido no tempo com uma rua apenas, mas muito fofo e gostoso para passear.

As casas são de dois, três séculos atrás, muito bem conservadas, e ocupadas por alguns café e lojinhas originais. É um vilarejo bem folclórico, e o  entorno é muito verde, com um emaranhado de ruas de terra arborizadas onde vive a população local. Adorei o clima de interior, as lojas, as pessoas.

No caminho de volta para Gainesville, sugiro para e ver o pôr do sol  do Paine Park. O visual é esse da foto aí debaixo. Se quiser ver muitos crocodilos juntos, tem o La Chua Trail , uma passarela sobre a água.

De noite, você pode jantar em Downtown Gainesville, ali pros lados da Main Street com a 1st e a 2st, que  tem vários restaurantes e um badalozinho. Recomendo o The Top (mas faça reserva, porque costuma ficar bem cheio)

A caverna pré-histórica de Devils Den, em Gainesville

A caverna pré-histórica de Devils Den, em Gainesville

Dentro da caverna a água é quentinha

Dentro da caverna a água é quentinha  

Devils Den, agua super transparente

também é super transparente

O vilarejo de Micanopy, perdido no tempo

O vilarejo de Micanopy, perdido no tempo

Mais um pouco de Micanopy

Mais um pouco de Micanopy

E a passarela em Paynes Park, para ver o pôr do solno caminho de volta a Gainesville

E a passarela em Paynes Park, para ver o pôr do sol, no caminho de volta a Gainesville

     

Roteiro Florida: dia 2 em Gainesville

Downtown Gainesville é uma cidade deliciosa para andar de bicicleta, e estando hospedado no Sweetwater Branch, você tem as magrelas à mão. Para conhecer bem a cidade e entrar no seu clima, dê uma volta pelas ruelas, aprecie os antigos casarões, e depois vá até à Bibioteca pública.

Aliás, se você tiver no Sweetwater, aproveite também seu café da manhã com toda calma do mundo, antes de sair pedalando pela cidade: a Cornélia, dona do hotel, fica na cozinha e faz os waffles mais especiais que já comemos.

Depois, vá para Ginnie Springs,  umas das nascentes mais azuis da Flórida Central (ingressos a partir de US$14). As Ginnie Springs formam um parque com três nascentes, interligadas por um rio. Você pode, se quiser, alugar um caiaque, SUP ou boia e descer o rio junto com a correnteza.

Também é possível mergulhar de cilindro nas nascentes, que são profundas, e no seus sistema de cavernas. Aliás, este é um dos sistemas de cavernas submersas mais famosos do mundo. As águas são tão cristalinas e as cavernas tão incríveis, que até mesmo Jacques Cousteau se impressionou ao mergulhar em Ginnie Springs (mas para as cavernas, é preciso ter certificado de mergulho em caverna).

Para terem ideia, no dia da foto aí debaixo, o dia estava nublado. E mesmo assim, veja a cor da água!

Para jantar, sugiro a Satchel’s Pizza.

DICA PRO: se quiser, também é possível acampar no parque!

O clima de Gainesville Downtown: cidade é uma delícia pra andar de bike

O clima de Gainesville Downtown: cidade é uma delícia pra andar de bike

Ginnie Springs: o parque tem um circuito de nascentes e cavernas que suprpreendeu até mesmo Jacques Cousteau

Ginnie Springs: o parque tem um circuito de nascentes e cavernas que suprpreendeu até mesmo Jacques Cousteau

Debaixo d'água: visibilidade de Ginnie Springs

Debaixo d’água: visibilidade de Ginnie Springs

Gainesville – dia 3

Tire o segundo dia para explorar mais uma nascente exuberante  de Gainesville e termine vendo a revoada de morcegos.  Essa é uma região de várias nascentes, e eu recomendaria ir na Ichetucknee Springs nesse último dia. A nascente tem a água super azul, e alimenta um rio onde uma das diversões é descer de boia na correnteza. O parque fica a 40 minutos do centro de Gainesville, e 20 de High Springs (a cidade vizinha).

Para almoçar, você ir no Great Outdoor Restaurant,um restaurante local em High Springs mesmo, com pratos bem típicos, e que à noite tem música ao vivo numa área aberto nos fundos. Ou rumar para painesville mesmo, e aí recomendo o Harry’s Sea Food (é de frutos do mar, mas tem arroz com feijão vermelho e purê, para quem viaja com crianças).

E então feche o dia com uma experiência surpreendente: vá ver a revoada de morcegos que vivem no campos da Universidade da Flórida. Mas tenha em mente que não é uma revoada qualquer. Estima-se que no local vivam cerca de 250 mil morcegos!!

A história é a seguinte: os morcegos moravam numa casa que pegou fogo, e como os animais – sem teto – começaram a infestar o estádio da universidade. Nessa época, eles somavam cerca de 5 mil morcegos. Foi então que a UF decidiu construir as casas para abrigá-los,  as chamadas Bat Housesat. Isso em 1991. De lá pra cá, essa comunidade de morcegos cresceu e cresceu, e hoje eles já são cerca de 25o mil !!! E as casas são reconhecidas como as Bat Houses com maior número de morcegos do mundo. Sentiu o naipe?

Se quiser fechar a noite com um pouco de diversão, vá no Arcade Bar.

Ichetuknee Springs, perto de Gainesville

Ichetuknee Springs, perto de Gainesville

A água azul da nascente (mais uma!)

E a revoada de Morcegos!

A revoada de Morcegos!

Lake Alice, em Gainesvillee: cenário da revoada. Um espetáculo lindo e diferente!!!

Lake Alice, em Gainesvillee: cenário da revoada. Um espetáculo lindo e diferente!!!

 

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.