Roteiro 6 dias Cancún e Riviera Maya

Se você nunca entendeu o sucesso de Cancún e Tulum, a gente explica. Os dois destinos, além de oferecerem alguns dos cenários mais paradisíacos da costa leste mexicana, têm uma gama variada de atividades que agradam a todas as idades e gêneros. O leque vai de hoteis-cabana a entaesorts exclusivos à beira mar, de mergulhos com tubarões-baleia a explorar  parques temáticos e sítios arqueológicos da civilização Maia, de cair na noitada a ficar deitado numa rede à beira-mar. E se você está perdido entre tanta coisa pra fazer, aqui vi um roteiro 6 dias Cancun e Riviera Maya para quem quer conhecer de tudo um pouco.

Quando ir para Cancún:

A melhor época para se visitar Cancún é de dezembro a maio. O clima fica um pouco mais fresco, com temperaturas até os 29 ºC de dia, e 22 ºC a noite. Além disso, são meses com menos chances de chuva, garantindo dias de sol em quase todos os dias de passeio.

Meses que não são indicados são entre agosto e outubro, já que Cancún está na rota de tempestades tropicais e furacões, que podem acontecer nesse período.

Quantos dias ficar em Cancun:

Eu recomendo pelo menos seis dias inteiros, para poder conhecer tudo. Cancun e Riviera Maya têm muito o que fazer

Como chegar em Cancún:

O paraíso mexicano tem um aeroporto próprio que fica a pouco mais de 25 minutos  de carro da principal área da cidade, a Zona Hoteleira.

Como se locomover em Cancún:

Você pode andar de van e contratar os tours para visitar s atrações e circular. Ou alugar um carro. A vantagem do carro é que você fica mais livre e não se engessa em horário pré-definidos por grupos de turismo,

Para  ver alugar o veículo, a gente usar  Rentcars ou então pela Rentalcars. Ambas são plataformas que buscam os melhores valores nas lojas de carro.

Onde ficar em Cancún e Riviera Maya:

A parte onde se concentram os maiores e mais completos resorts são na Zona Hoteleira, faixa do continente com praias particulares e águas mais calmas. Mas há outros lugares bem legais. Vejam:

Zona Hoteleira (área de sempre flat)

Resort Hyatt Ziva: Tem praia privativa para os hóspedes. Os quartos são amplos, possuem comodidades como frigobar, ar-condicionado e cafeteira, e as instalações oferecem serviço 24 horas.

Gran Fiesta Americana – também na Zona Hoteleira e sofisticado, o Gran Fiesta tem todos os quartos com vista pro mar e varanda. O hotel tem 6 restaurantes, incluindo um AAA Five Diamond, mas não é all inclusive.

Zona Hoteleira (área de mar que pode ficar um pouco mexida)

Fiesta Americana Condessa: É um all inclusive de frente pra praia, com clima bem família, e restaurante para todos os gostos. Tem 3 edifícios, academia e piscina.

 

Ritz Carlton:  super luxuoso e não all inclusive, o Ritz Carlton é premiado com Cinco Diamantes pela AAA, tem 2 piscinas ao ar livre,  academia, um spa e uma praia privativa. Os quartos têm varanda com vista pro mar.

Ponta Nizuc:

Nizuc Resort & SPA: Na ponta oposta, esse resort super luxo (não all inclusive) tem uma mega estrutura, com piscinas ao ar livre, quadras de tênis, cadeiras à beira mar e serviços de SPA. Mesmo com tantas comodidades, ele fica em uma área com menor movimento, sendo uma opção mais sossegada.

Centro de Cancún:

Four Points by Sheraton: Ótimo custo benefício para quem procura conforto e proximidade com a belezas de Cancún. O hotel tem quartos amplos para toda a família, wi-fi gratuito nos quartos e estacionamento disponível para hospedes.

Tulum

Você com certeza já viu fotos do  Habitas Tulum em algum instagram. Ele é provavelmente o mais fotografado nas redes sociais, e tem motivo pra isso. O Habitas é um hotel boutique com clima gipsy: cabanas com tapetes boho, redes, e áreas de convivência integradas ao meio ambiente. É lindo, e na beira da praia.

hoteis em Tulum

O Habitas Tulum: hotel gipsy à beira-mar

O La Valise segue o mesmo clima, é ainda mais sofisticado, e oferece bicicletas para os hóspedes. Olha que lindo o quarto!

 

Roteiro 6 dias Cancún e Riviera Maya: dia 1

Tire o seu primeiro dia para curtir a praia e relaxar. Curta a praia do seu hotel, tome uma piña colada, e aproveite o mar azul. Uma das coisas boas de Cancún é fazer nada na beira da praia.

Dia 2:  Cozumel

Acorde bem cedo e siga viagem até a Playa del Carmen. De lá saem de hora em hora os ferries que vão em direção a ilha de Cozumel. A travessia leva em média 35 minutos, e eu recomendo deixar o seu horário de retorno em aberto. O valor pelo trecho varia de empresa, sendo a partir de $160 pesos pela Ultramar, $89 pesos pela Mexico Water Jets e U$135 pela Barcos Caribe.

E fazendo as devidas apresentações,  em Cozumel fica parte da barreira mesoamérica de corais, a segunda maior do mundo, e a mesma que se vê, por exemplo, em Belize. É uma barreira onde vivem milhares de espécies marinhas. Junte a isso condições de visibilidade no mar que podem chegar a 30 metros, e você tem em Cozumel um dos melhores lugares do mundo para mergulho (e snorkel).

Dito isso, o ferry que sai de Playa del Carmem vai te deixar no centro de Cozumel, e lá  você encontrará locadoras de carros para conhecer melhor a ilha. Fique de olho nos carros disponíveis para aluguel. Algumas delas oferecem veículos em péssimo estado, e podem atrapalhar o passeio. Depois de escolher o carro, siga rumo ao sul, que é o highlight, e onde ficam trechos dessa barreira de corais.

A primeira parada é no The Money Bar, uma barraca numa praia com ótimo ponto snorkel. Não precisa  pagar entrada para essa praia, e também não há mínimo para consumação no bar, que está bem à frente da barreira. De lá, continue até a praia do Papito’s Beach Club, lindíssima, e também com uma parte da barreira de corais (fica a 300 metros da orla).Outra atividade bem legal é flutuação com snorkel no arrecife de Chunchacab, considerada uma das praias mais bonitas da ilha.

Também vale muito, muito à pena fazer o passeio até El Cielo, uma praia com estrelas-do-mar. Para, para El Cielo, só pegando um tour de lancha, então organize seu tempo para isso. Entre as empresas que fazem esse passeio, tem a Cozumel Tour e o Passeios em Cancun (que leva a mais alguns lugares lindos pra fazer snorkel no mesmo tour). O passeio custa em média US$45 por pessoa.

E de agosto a maio é a época dos turbardes-baleia!

Na volta, jante em Playa Del Carmem, que tem um centrinho super animaado com  lojas, restaurantes e bares temáticos.

Roteiro 6 dias Cancún e Riviera Maya

Roteiro 6 dias Cancún e Riviera Maya: snorkel em El Cielo

Dia 3: Isla Mujeres

Continuando nosso roteiro 6 dias em Cancún, tire o  terceiro dia para conhecer outra ilha super linda: a Isla Mujeres. Há vários pontos de Cancún que oferecem partida para lá, mas se você está na Zona Hoteleira, fica mais fácil, pois a Playa Caracol é um dos pontos de partidas. Nossa dica aqui é comprar a passagem para lá já no dia de chegada, para garantir horário e vaga (também pela  Ultramar). Depois de ter o tickets em mãos, basta aproveitar. O trajeto leve cerca de 30 minutos e pode balançar um pouco, dependendo do dia.

Antes de alugar o carrinho de golfe para conhecer o sul da ilha, vá até a praia Playa Norte, perto do desembarque. A água do mar é incrivelmente azul, tem pouca onde e a temperatura é muito agradável. A estrutura em volta também é boa, com quiosque para aluguel de equipamento aquático e restaurantes variados.

Depois de curtir o clima praiano, volte ao centro e, ai sim, alugue o carrinho para conhecer mais a Isla Mujeres. As ofertas são muitas e a média de preço pela diária é de US$40.

No sul da ilha ficam o parque  Garrafon e a Punta Sur. A Punta Sur é uma área de mar mexido e rochas. Já o parque é uma área com atividades como  snorkel pelos corais, tirolesa e caiaque.. O ingresso  custa US$85, com preço promocional de US$50 depois do meio dia.

Depois, volte ao centrinho pelo lado leste. O mar por lá é mais agitado e quase não tem faixa de areia, mas rende boas fotos e visuais incríveis para terminar o passeio antes de pegar o barco de volta para Cancún. Se ainda tiver tempo para esperar antes do embarque, tome um café no RoosteR, que fica ao lado do terminal

Roteiro Cancun e Tulum: Playa Norte

Roteiro Cancun e Tulum: Playa Norte

O centrinho de Isla Mujeres

O centrinho de Isla Mujeres

  .

 

Roteiro Cancún e Tulum: Cenotes Valladolid e ruínas Chichen Itzá

Dia de conhecer as ruínas de Chichén Itzá. Uma das atrações mais emblemáticas do México não poderia ficar de fora do roteiro. Acordem bem cedo, novamente tome um café da manhã reforçado, e pegue a estrada. São 3 horas para ir, e outras 3 para voltar. Mas antes de chegar nas ruinas, vá a um dos cenotes de Valladolid: Oxman,  Samulá, Zaci ou Xkekén.

Lembre-se de usar roupas leves, escolher um sapato confortável e ter em mãos protetor solar e água. A área do sítio arqueológico tem poucas árvores para sobra e o calor é sempre intenso.

O local é uma área aberta, cercada por vegetação intocada e ruínas que datam de 670 d.C. Algumas das construções do complexo estão tão conservadas que parecem que houve pouco desgaste causado pelo tempo. Recomendo pegar um guia local pra saber dos detalhes  sobre as construções do sítio, principalmente para aqueles que gostam de histórias antigas de Deuses e rituais religioso.

Para almoçar no parque, tem o Oxtun. O menu oferece de café da manhã a pratos completos, com opções internacionais e da culinário local. Depois de conhecer todo o complexo, rume de volta para Cancún e vá descansar no hotel, você provavelmente estará esgotado da visita.

O que fazer em Cancun: Cenote Samuola, em Valladolid

O que fazer em Cancun: Cenote Samuola, em Valladolid

Dia 5: Parques de aventura e MUSA

Comece o dia com um mergulho no MUSA, o museu de artes subaquático, formados por estatuas que se mesclam aos corais. Todas as esculturas são feitas de material ecológico, para não atrapalharem o desenvolvimento da fauna e flora do local. O passeio que recomendamos é o de mergulho, que chegam próximos as mais de 400 obras. A sensação de explorar o fundo é de uma cidade perdida, que vive em harmonia com os animas.

Depois, rume para um dos parques de aventuras. São 3 opções: o Xcaret, o Xel-Há e o Xplor. Todos recheados de atividades, super divertido e pedem um dia inteiro para curtir. Nós vamos falar aqui um pouco de cada um deles, pois todos valem à pena. Lembrando que ficam próximos de Playa del Carmem, a pouco mais de 1 hora de Cancún.

O mais antigo é o Xcaret, percursor dos parques de eco turismo da região. São mais de 40 atrações para se divertir com toda a família. São trilhas, rios subterrâneos, observação de animais e atividades que envolvem a cultura mexicana. Por seu o mais conhecido, também é o que recebe mais visitantes durante o ano, ficando um pouco mais cheio.

Se você gosta de mergulho, o Xel-Há é a melhor opção. Ele fica em uma baía, e o parque lembra um grande aquário natural. As atividades aquáticas são os destaques. Riachos, lagos e cenotes fazem parte do cenário de exploração, cercados pela rica fauna e flora local. O pacote oferece serviço all incluse de café da manhã, petiscos e bebidas.

O menor deles é o Xplor, com atividades mais radicais como  tirolesas que cruzam a selva, passeio de carros anfíbios pelos rios e de jangada por cavernas inundadas. A entrada dá direito à serviço all inclusive de comida.

Qualquer um deles merece um dia inteiro, principalmente se a viagem for feita com crianças.

Roteiro 6 dias em Cancún

O parque Xplor

Roteiro 6 dias em Cancún e Riviera Maya: parque Xel Há

Roteiro 6 dias em Cancún e Riviera Maya: parque Xel Há

 

Dia 6: Tulum

Hoje é dia de conhecer Tulum.

Tulum é o lado mais rústico da Riviera Maya, e mais charmoso. Para começar, dê um pulo no sítio arqueológico de Tulum, a beira-mar. Depois, rume para as praias, cafés e restaurantes. E anote aí: um bom jeito de explorar Tulum é alugando uma bike.

De bike, você pode ir para as praias e para o centrinho. Das praias, não perca a Playa Paraíso, colada à praia de Santa Fé, e a sequência de litoral dela em diante. Daí é só curtir o dia entre praias, espreguiçadeiras e morridos.

Algumas dicas de beach clubs e lugares legais pra comer ou tomar alguma coisA: Ocho, Papaya Beach Project,  Gitano, no Ziy Beach Club,  Posada Margherita, Casa Jaguar (para um drink noturno),  Casa Violeta (para um almoço na praia)  e o La Flor de Michoachan para uma paleta de frutas artesanal

  

Que seguro viagem internacional contratar

Todo mundo está sujeito a sofrer acidentes e imprevistos como extravio de mala e cancelamento de passagem, e nossa família não viaja mais sem seguro de viagem internacional. Pra saber qual seguro se adapta melhor às suas necessidades e ao seu orçamento, a gente indica o Segurospromo. Um buscador que apresenta os preços e coberturas de todas as seguradoras de viagem internacional, e assim você consegue comparar e escolher a melhor opção para a sua viagem.

 

SalvarSalvar

5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.