Dicas da Jamaica: roteiro completo com o que fazer

A Jamaica tem praias lindas de águas cristalinas, cachoeiras com todos os tons de turquesa, montanhas cobertas de florestas, e muito, muito enteggae. Só isso já valeria a viagem. Mas acontece que a Jamaica ainda tem mais. Tem um povo bacana pacas. Em poucos lugares do mundo nos sentimos tão abraçados. Talvez em Bali, onde a filosofia budista leva à ideia karmica de que para estar bem nesse mundo, é preciso fazer as outras pessoas felizes. Aqui é mais ou menos assim. O One Love tem um significado profundo.

_ Brazilian? Ohhhhh, we are like brothers. Hey man, love, peace, respect! Jamaica, no problem.

Assim, sorrindo frouxo, nosso mais recente amigo Romaine ensinava pra Juju como era o cumprimento jamaicano. E também o mood estresse zero dessas bandas. No problem, no problem.

É um cumprimento quase mantra. Faz muito sentido quando pensamos que a Jamaica foi colônia da Inglaterra até os anos 60, e no quanto esse povo foi reprimido, e nas letras libertárias, cheias de esperança e amor do Marley (que soam por toda a parte por aqui).

Sobre pontos polêmicos, vale explicar: 0uvimos falar que os jamaicanos costumavam passar dos limites quando flertam com as mulheres. Não percebi dessa forma. Achei todos muito alegres, e só. Maconha está mesmo por toda parte, mas cada um na sua. Aliás, nem nos ofereceram nada (ao contrário de Amsterdã). E a Jamaica vive em paz. Achamos tudo bem calmo e seguro. 

jamaica people

 

Como chegar na Jamaica e quanto tempo ficar:

A Jamaica é uma ilha relativamente grande (cerca  7-8 horas para atravessar de leste a oeste) e com muitos atrativos e coisas interessantes para fazer. O ideal é ficar uns 12-15 dias para explorar tudo. Caso você não tenha duas semanas, eleja o que mais quer fazer (veja aqui nesse post nossa lista com as dez melhores coisas para fazer na Jamaica).

Para chegar, não há voos diretos do Brasil. Tem que fazer conexão por miami ou pelo Panamá. Para achar as passagens aérea mais baratas, e com conexões mais curtas, eu recomendo pesquisar pelo Skyscanner. Sempre uso, inclusive: eles ou o Google Flights, mas prefiro sempre o Skyscanner (se você não tiver uma data fixa para ir, pode usar a busca “mês mais barato”, que funciona super bem)

Como se locomover:

Lá você vai precisar alugar um carro também. O transporte público é ruim, e a ilha é grande; precisa de carro para explorar os lugares. Para  ver alugar o veículo, a gente usar  Rentcars ou então pela Rentalcars. Ambas são plataformas que buscam os melhores valores nas lojas de carro. Mas a Rentcars é nacional, então sempre dou preferência, já que nao incide  IOF se for pagar no cartão, e ainda parcela em 12x.

Para se locomover nas estradas, Google Maps resolve. Você só vai precisar de 3g. A gente sempre usa o chip da EasySim4u (T-Mobile). Pega em todos os lugares, e é o plano mais barato levando em conta que é internet ilimitada: custa US$35 para 5 dias. E tem uma vantagem que acho sensacional: você compra pela internet, e o chip chega na sua casa já configurado. Daí é só desembarcar e usar, sem perda de tempo nas lojas para comprar e ativar.

Época de furação no Caribe:

Atenção, evite a ilha de julho a novembro, porque ela está na rota dos furacões.

jamaica linda

Onde ficar na Jamaica: como organizar o roteiro

Como a Jamaica é grande, e cada região tem muita coisa pra conhecer, o ideal é mudar de base. Ficar um tempo em cada lugar. A nossa sugestão de lugares e hotéis é a seguinte:

  • 1 dia nas montanhas
  •  5 dias em Boscobel-Ocho Rios-Oracabessa – Para um hotel bem classudo, tranquilo e charmoso (mas não all inclusive), fique com o Golden Eye. O hotel foi casa de Ian Fleming, e o cenário é tão inspirador que foi lá que ele escreveu toda a série 007. Hoje o hotel pertence ao ex-empresário de Marley. Para um all inclusive família,  rume para o Beaches Ocho Rios ou para o Moon Palace (a gente fala mais dele aí pra baixo)
  • 4 dias em Negril – Negril tem duas partes. Uma com praias de areia e hotéis enormes all inclusive, e outra mais tranquila, com hotéis boutiques de bangalôs sobre cliffs e escadinhas que dão acesso direto pro mar. Gostamos mais desse outro lado, embora tenha o senão de que, pra lagartear na areia, será preciso dirigir uns dez minutos até a praia mais próxima (7 miles beach). No lado mega resorts, um bom custo-benefício é o RIU Negril. Tem também Palladium, mais sofisticado. Já entre os boutique, fique com o Tensing Pen e o Idle Awile Beach.

Captura de Tela 2017-06-06 às 13.22.40

Começando em Kingston: o que fazer

  • Bob Marley Museum
  • Tuff Gong
  • Devon House
  • Dub Club (reggae bar)

A gente começou o roteiro aqui por dois motivos: 1)Marley, e 2) foi em Kingston que nosso voo chegou.

Kingston é meio feia e sem graça à primeira vista, mas pra quem curte reggae e Bob Marley, é parada obrigatória. Aqui fica não só o Bob Marley Museum, mas também a  sede do selo Tuff Gong, uma meca para os fãs mais ortodoxos do reggae, e boas lojas de vinil. Sim, vinil! <3

Fundada por Bob Marley em 1965, a Tuff Gong funciona no mesmo prédio da fábrica de vinis e do estúdio da companhia. O estúdio, um dos maiores do Caribe, ainda abriga a mesa de mixagem que Bob Marley usou para gravar todos os seus álbuns. O tour completo (que inclui ainda a casa onde Marley nasceu em Nine Miles e está enterrado)  custa em US$60 por pessoa (mas precisa fechar para grupo de 4 pessoas)

Já para ir num autêntico reggae bar, a dica é  o Dub Club (7B Skyline Drive, Kingston), onde todos os domingos, o DJ Gabre Selassie toca uma seleção clássica de dub, roots, e reggae. Aliás, não perca também o Mount Debre Zeit Records (Kingston, Gordon Town Road, Papine, Kingston 6), a lojinha aí da foto tore. O dono é o Ras Haile Malekot, que também é DJ na rádio Bess FM.

Outra atração dessa parte da Jamaica é a Devon House, uma mansão que pertenceu ao primeiro milionário negro da ilha. Histórias a parte, é aqui que você vai provar um dos melhores sorvetes segundo a National Geographic.

ras-1024x678

De Kingston para Port Antonio: a Jamaica mais vazia

  • Frenchmans Cove
  • Blue Lagoon
  • Winnifred Beach
  • San San Beach

De Kingston para Port Antonio são cerca de 2h30-3horas de carro. Port Antonio é um lugar mais pitoresco na Jamaica, sem praias ocupadas por grandes hotéis, e com uma natureza bem preservada.

Nossa primeira parada aqui foi Frenchmans Cove, uma prainha particular muito linda, com um rio cor de esmeralda, cercado por uma margem de vegetação densa com muitas palmeiras, e que deságua num mar igualmente esmeralda. É tudo muito cênico, lindíssimo, e com balanços pendurados em galhos de árvores que crescem sobre o leito d’água. Para entrar em Franchmans, é preciso pagar US$15 por pessoa. Uma espreguiçadeira lá custa US$4 e uma batata frita (tem um restaurante de apoio) custa US$5.

De Frenchmans, fomos para a Blue Lagoon, que dizem ter sido o lugar onde foi gravado a filme original “A Lagoa Azul”.   A lagoa tem 60 metros de profundidade, é cercada por árvores e vegetação alta, tem uma nascente de água mineral, uma parte aberta ao mar e uma água muito turquesa. O lugar pertence ao magnata jamaicano Michael Lee Chin, e é aberto ao público. Então não entre no papo de alguns gaiatos que tentam cobrar pela entrada. Pague apenas se for fazer um passeio nas canoas de bambu, e negocie para ir até Monkey Island (em torno de US$50).

Outras praias bem lindas ali perto são a Winnifred e a San San Beach, mas essa última não tivemos tempo de ir.

A 30 km de distância da Bluse Lagoon está Reach Falls. Se for escolher entre a YS Fall e Reach, fique com essa daqui. É mais vazia, menos disputada, e você vai se sentir num lugar bem mais exclusivo. A entrada custa US$10.

port antonio beach

A prainha de Port Antonio, pequena e linda

port antonio como chegar

A cor esmeralda do rio que deságua na praia de Port Antonio, no leste da Jamaica

port antonio praia

Vegetação densa e nativa na praia

port antonio o que fazer

Adivinha o que a Juju mais gostou em Port Antonio?

Adivinha o que a Juju mais gostou em Port Antonio?

monkey island: dá pra ir com o canoa de bambu saindo da Blue Lagoon

Monkey island: dá pra ir com a canoa de bambu saindo da Blue Lagoon

Blue-Lagoon-Jamaica-

A Blue Lagoon, na Jamaica, não tem esse nome à toa. Olha a cor da água!

Blue-Lagoon-Jamaica-BAYYINA-BLACK-rafting

Winnifred Beach, Jamaica

A linda Winnifred Beach, Jamaica

De Port Antonio para Oracabessa – Ocho Rios

  • Mystic Mountain e Bobsled Car
  • Blue Hole
  • The Reggae Bar
  • Dun’s River Falls

De Port Antonio para Ocho Rios são 3 horas de carro, numa estrada sinuosa e em mão dupla, então – a menos que você  queira transformar essa experiência num bate-volta cansativo –  a nossa dica é: vá de dia. Aliás, sempre viaje de dia pela Jamaica, pelo fato das estradas serem mão-dupla e mão-inglesa.

Ocho Rios é uma delícia. Aqui, dividimos nossa estada entre o Golden Eye e o Moon Palace. Golden Eye fica em Oracabessa, a 15 minutos de Ocho Rios. Dividimos a estada porque queríamos conhecer os dois hotéis, e foi ótimo.

Os dois hotéis recebem famílias, se igualam no quesito sofisticação e atendimento perfeito, mas são diferentes na proposta. O Golden Eye é mais recluso: não é all inclusive, tem bangalôs rústicos espalhados por um terrenos enorme e super verde, duas praias particulares, e você praticamente não esbarra com outros hóspedes.

Já o Moon Palace é all inclusive, tem diversas atividades disponíveis para os hóspedes, ocupa dois prédios altos com estilo bem contemporâneo, fica no centro de Ocho Rios,  e tem uma prainha particular deliciosa.

Agora sobre as atrações dessa parte da Jamaica: tem muita coisa para fazer por aqui.

Começando pelo Blue Hole (que a gente amou), que tem uma sequência de cachoeiras de poços de água turquesa, e rochas para saltar. O lugar é incrível, fica a 10 minutos de carro de Ocho Rios, e a 👉🏻👉🏻👉🏻 dica é : no caminho, antes de chegar na entrada do Blue Hole original, há algumas entradas para o rio e uma galera chamando para o passeio. Não pare. Vá até o fim, onde fica Island Gully Falls, que é o trecho mais lindo. A entrada custa 15 dólares por pessoa

A Mystic Mountain fica no alto da montanha, e tem várias atrações: teleférico, tirolesa, piscina com toboágua e, o melhor, o carrinho Bobsled (inspirado no filme Jamaica abaixo de zero) que desce a toda sobre os trilhos de ferro (mas o percurso é curtinho, na nossa opinião). Mas só vale à pena ir se você estiver com dias sobrando, ou com crianças, até porque é meio carinho. Valores: Bobsled (US$69), tirolesa (a partir de US$114), teleférico (cobrado só se não for fazer as outras atrações: US$46).O pacote com as três atrações tem desconto e sai por US$137,50

Dun’s River Falls é imperdível. É uma cachoeira que termina na beira da praia, com quedas d’água que descem por rochas de calcário até chegar no mar. Pra subir (300 metros, por dentro da cache), precisa comprar ingresso, contratar o guia, e ter sapatinhos de borracha. O ingresso custa US$20, o guia outros US$20, e o aluguel da sapatilha custa US$7.

golden eye hotel onde ficar na jamaica

O clima delicioso do Golden Eye, em Oracabessa

golden eye melhores hoteis jamaica

Mais uma do Golden Eye: projeto pé-na-areia super sofisticado

blue hole jamaica

Cachoeira poderosa do Blue Hole

blue hole jamaica o que fazer

Pura diversão! Rico dando uma de Tarzan na Blue Hole

beaches fim de tarde

Fim de tarde lindo no Hotel Beaches, em Ocho Rios

jamaica o que fazer moon palace ocho rios

Mar surreal da prainha particular do Moon Palace, em Ocho Rios

jamaica o que fazer moon palace

Mais uma da praia do Moon Palace. Passamos o dia nessa água cristalina e morninha, Perfeito!

james bond beach

A praia do Golden Eye, do lado da James Bond Beach: perfeita pra SUP e caiaque

De Ocho Rio para Montego Bay

  • Martha Brea river rafting
  • Laguna Luminosa
  • Walter Fletcher Beach, no parque Aquasol
  • Doctor’s Cave
  • Reggae Sumfest (antigo Sunsplash, que mudou de nome)
  • Reggae Bar
  • Rasta Indigenous Village

 

Montego Bay fica a 1h30-2h de Ocho Rios. Não nos hospedamos em Montego Bay, apenas passamos uma tarde por lá a caminho de Negril.

MoBay é a segunda capital da Jamaica, e também é um dos portos de chegada dos cruzeiros. Não é exatamente um lugar charmoso, mas tem algumas praias de água bem azul, só que cheias.

A praia de Walter Fletcher, fica dentro do Parque Temático Aquasol, tem águas tranquilas e areia fina, mas é bem agitada e tem um monte de atividades aquáticas: jet skis,  banana boat, parasailing e trampolins aquáticos.

Já a Doctor’s Cave tem várias barracas e restaurantes, e de noite os clubes de reggae entram a todo vapor. Aliás, falando em reggae: um dos clubes mais populares fica na Gloucester Road, em Montego Bay, no segundo andar de uma casa toda colorida. Chama… Reggae Bar.

Para compras, vá para o Píer One, que reúne várias lojas e restaurantes.

Aqui também fica a comunidade Rasta Indigenous Village, aberta para visitas (precisa fazer reserva, porque eles não aceitam muitas pessoas). O Rico passou uma tarde com eles, e adorou a vivência, que inclui música, comida, mergulho no rio.

Mas a experiência mais fascinante de Montego Bay é a Lagoa Luminosa (a 40 minutos do centro de Montego), onde planctons bioluminescentes promovem um verdadeiro show da natureza.

jamaica martha brea rafting copy

O rafting no Martha Brea: Juju colocou a mão na massa e deu uma de capitã da embarcação.

De Montado para Negril

  • Seven Mile Beach
  • Rick’s Café
  • Bloody Bay’s
  • Reefs incríveis para mergulho
  • Ficar fazendo nada na praia
  • Glass boat

Ahhhh Negril!! Amamos essa parte da ilha. Tem as praias de água mais azul da Jamaica, e o climinha que a gente tava buscando: mais tranquilo, com cara de vilarejo, e quase nada pra fazer. A boa é ficar na praia, e na praia, e na praia, só curtindo, ouvindo reggae e relaxando.

Negril, como a gente explicou lá em cima, tem duas partes: a primeira com grandes hotéis, e praias de areia fina e mar turquesa estourando de azul.

E a segunda – conhecida como West End – com uma costa recortada, com cliffs, e o tal climinha de vilarejo, com ruas estreitas, restaurantes, mercadinhos e barzinhos pra ir à pé.

De carro, leva 5 minutos pra ir das praias de areia para a parte dos cliffs então, na verdade, é bem pertinho. A diferença é o clima: o lado dos cliffs é mais charmoso, mas pra quem viaja com crianças, é melhor ficar do lado das praias, porque é mais seguro e tranquilo para ficar dentro d’água com elas.

No mitológico Rick’s Bar, que já foi destruído por dois furacões, você vai curtir um fim de tarde antológico: uma galera pulando do alto dos rochedos para o mar (nós inclusive), com show de reggae, e o sol caindo no horizonte. Não perca (a entrada é grátis)!

Além do showzinho no fim de tarde no Rick’s, fomos conferir o showzinho no Bourbon Beach e no Alfred’s, à noitinha. Tem entrada grátis e é bem bacana.

Das praias, a mais famosa é a 7 Mile Beach, que tem quilômetros de areia branca e mar azul (é bem movimentada, mas como é grande, tem sempre um cantinho vazio.

Outra praia linda é a Bloody Bay, uma baiazinha  de águas calmas e areia muito branca e vegetação preservada.

Fizemos ainda um passeio de barco (glass boat), que foi bem legal, e levava para um reefs ótimos para snorkel. (Custou US$60 para nós três). Não fizemos mergulho, mas ouvimos falar de alguns ótimos points: Deep Plane, The Arches, Ballard’s Reef e Gallery são os lugares mais conhecidos, seja por seus corais coloridos ou pela diversidade marinha.

O que fazer na Jamaica: passeio de glass boat em Negril

passeio de glass boat em Negril: o que fazer na Jamaica

ricks cafe jamaica

Rick’s Café: saltando dos cliffs

Sunset tour: passeio de barco ate o Rick's Cafe, em Negril, Jamaica

Sunset tour: passeio de barco ate o Rick’s Cafe, em Negril, Jamaica

negril: climinha da jamaica roots  jamaica rede copy

Que seguro viagem internacional contratar

Para saber qual seguro se adapta melhor às suas necessidades e ao seu orçamento, a gente indica o Segurospromo. Ele é um buscador que apresenta os melhores preços e a cobertura de todas as seguradoras de viagem internacional, assim você consegue comparar e escolher a melhor opção para qualquer destino.

 

Veja aqui mais roteiros pelo Caribe:

Siga a gente no instagram pra acompanhar nossas viagens ao vivo: @jujunatrip

 

 

 

51 Comments

  • Igor disse:

    Olá Juju! Qual o mês que vocês viajaram para Jamaica?

  • THAIS DA SILVA OLIVEIRA disse:

    Olá Juju, por acaso você tem os custos da viagem, dos passeios??

  • Nicholas disse:

    Olá. Primeiramente, parabéns pelo post.
    Minha dúvida é seguinte: vi q vcs chegaram e começaram por kingston e terminaram em negril..para voltar para o brasil, vcs voltaram de kingston ou montego? Ps: eu vou de Copa, pois eh o unico vôo q nao faz escala em Miami e não precisa de visto Americano. Qual a melhor opção na sua opinião?
    Abraço

  • Daniela Prudente disse:

    Oi Juju, tudo bem? Você poderia falar quanto ficou a sua viagem no total? Para ter uma ideia de quanto ficaria tudo, exceto pela passagem aérea que ai já varia muito pra cada localidade

    • admin disse:

      Oi, Dani!!! Desculpe a demora. Estávamos viajando!

      Então, os seus gastos dependem do hotel onde vai ficar, e das atrações que você quer conhecer (coloquei os preços das atrações e da entrada para as praias privadas lá no post do blog). Um hotel como o Moon Palace, por exemplo, custa em média US$650, mas é all inclusive. Tem outros muito mais baratos, e bons também (Se você quiser, me fala quanto pretende gastar com hotel que te mando umas sugestões de bons hoteis que vimos lá na sua faixa de preço).

      Já com comida, acho que com uns US%40-50 por dia por pessoa dá pra comer bem. Você também precisará um carro, e te recomendo usar o buscador do skyscanner pra descobrir qual a melhor tarifa (www.skyscanner.com.br).

  • Mariana disse:

    Olá Ju, amei o post… ja to me coçando para ir pra jamaica em Dezembro. Tenho algumas duvidas:
    – carro: muito caro o aluguel
    – podemos alugar com a nossa cnh brasileira visto que a mão é inglesa?
    – para quem chega por Montego Bay ( o aero mais barato indo aqui dos EUA), precisarei nao fazer algum dessas cidades, tem alguma que vc acha que seja imperdível?

  • Priscilla cardoso disse:

    OI Juju,
    Queremos ir pra Jamaica com duas crianças de 3 e 4 anos. Você acha viável? Ficaria em qual localização- Montego Bay? Ocho Rios? Pensei em não alugar carro e conhecer:
    Nine Mile, Dunn’s river fall, Blue Lagoon, Frenchman’s Cove e por do sol em negril.

    Muito obrigada e parabéns pelo post!

    • admin disse:

      Acho super viávelir com as duas crianças nessa idade, mas recomendo alugar o carro. Os lugares que você quer visitar são distantes uns dos outros, e taxi sairia mais caro. Na Jamaica, você realmente precisa do carro.

  • Marco disse:

    Oi Thais, vou trabalhar em um casamento, sabe se eles pediram sua carterinha de vacinacao- da febre amarela?
    eu nao posso tomar por motivos de saude,estou levando uma declaracao da minah medica, obrigado pelas dicas
    ficaremos em Montego bay!

  • 'Flávia disse:

    Oi Juju…
    Estou pensando em ir agora, emendando o carnaval (de 09 a 24/2) sozinha
    vc acha perigoso?
    com relação ao aluguel do carro … as estradas são de seguras e bem sinalizadas? Vc acha muito mais caro ou ‘improdutivo’ (por perder oportunidades de explorar lugares entre trajetos) usar taxis compartilhados? Como nunca dirigi em mao inglesa ficou meio receosa

    • admin disse:

      Oi, Flavia. Desculpe a demora. Estávamos em Noronha, lá o wifi é terrível!
      Então, Jamaica não é nada perigoso. Claro, você deve evitar becos escuros em kinsgton, mas isso eu evito em qualquer lugar do mundo. Achei a Jamaica segura, e adorei o povo de lá.
      Em relação ao carro: lá é mão inglesa, e mão dupla. Ë meio estressante, mas é o melhor jeito de conhecer a ilha. Se for pagar transfer, taxi ou passeio, vai sair beeeem mais caro, mesmo compartilhando. E de ônibus é impossível.

  • Rodrigo disse:

    Boa tarde, estou indo agora em Dezembro pra Montego Bay, Ocho Rios e Negril com a esposa e filha de 5 anos. Gostaria de alugar carro e não consigo encontrar nenhuma confirmação de que é necessaria a Permissao Internacional de Direção. Você tem essa informação ?

  • Tati Yumi disse:

    Boa noite Juju,
    Td bem?

    Acabei de retornar da Jamaica, e seu blog inspirou infinitamente a minha viagem… <3

    Tive experiências incríveis e segui o seu roteiro começando em Kingston e fechando com Negril (maravilhoso)! Adaptei um pouco, pois tinha mais de tempo na ilha, mas foi super útil!!!!!!!

    Ahhh sim, dirigi até os 5 destinos na mão inglesa (rs), alguns trechos desacompanhada, e outros dava carona para os amigos que fui conheçendo nos hostels (não fiquei em grandes hotéis, pois fui viajar sozinha!!!)…

    Quero agradecer pela ajuda e informações que li neste blog maravilhoso 🙂

    Beijos,
    Taty

  • Bel disse:

    oi! adorei seu blog, esse roteiro será super útil para mim! vou em janeiro em família e estamos muito animados. A agência que está organizando não recomendou alugar carro. Disse que as estradas são pééééssimas etc. Procede? Para um motorista experiente, é razoavelmente tranquilo de dirigir? e o waze funciona? obrigada!

    • admin disse:

      as estradas não são péssimas, mas são mão dupla e mão inglesa. Usamos o maps google e foi ótimo.
      O que eu acho: você pode contratar um motorista, ou dirigir. Mas ficar sem carro não é uma boa, porque a ilha é grande e os lugares para visitar ficam longe um do outro.

  • Bel disse:

    obrigada pelo retorno! estou vendo locação de carro, você sabe se a locadora “Island” é confiável?

  • Giulia disse:

    Olá!! Estou planejando uma viagem pra Jamaica com uma amiga e pretendemos alugar carro, mas de toda forma, gostaria de saber se lá existem serviços como Uber e afins… vc sabe algo sobre isso?

  • Adriana Rufino disse:

    Esse POST! Renasceu minha espectativas e vontade de ir pra Jamaica ! Mas não sei nem por onde começar, ser minha primeira viagem internacional!Preciso me organizar; economizar e realizar .Gostaria de dicas em questão de e valores e futuramente seguir suas dicas e roteiro .

  • Mariana disse:

    Oieee, tudo bem?? Posso tirar uma duvida com você? Quanto devemos de dinheiro? Devemos levar dólares americanos, certo? Obrigada, beijos

  • Regina disse:

    Olá, tudo bem? Amei tudo sobre a viagem!!! Li que você disse que alugou o carro em Ocho Rios.. e de Kingston a Port Antonio e até Ocho Rios???
    Obrigada!!

  • André disse:

    Olá juju, amei suas dicas e estou mil vezes mais empolgado com esse role, estou indo para lá em setembro (é eu sei que é bem na época de furacão mas foi quando eu consegui tirar férias ¯\_(ツ)_/¯) vamos ficar em montego bay e alugaremos um carro. Gostaria de saber se Montego é uma boa localização para poder fazer os passeios, e se eu consigo fazer tudo em Kingston em um dia só, pois creio que é o lugar mais afastado de onde vou ficar. Parabéns pelo blog e com certeza ainda tirarei mais dúvidas haha Obrigadão!

    • admin disse:

      Oi!! Consegue Kingston num dia só, sim. Vc chega por lá ou por Montego?
      Usar Montego como única base vai exigir uns esticadões na estrada, e vai ficar cansativo. Eu dividiria as bases como falei no post. Acho que vale ficar em Ocho Rios e Negril.

  • Erica Ribeiro disse:

    Olá! Parabéns pelo Blog, adorei as dicas. Minha dúvida é a seguinte…. estou indo em abril e estou gravida e tenho uma filha com quase 2 anos de idade, além do marido. Quais os melhores lugares para conhecer nessa condição? Como é o custo la de alimentação, passeio, compras?

    • admin disse:

      Oi! Compras não sei te falar. Não somos muito de compras, e acho que Jamaica não tem muito o que comprar também.
      Sobre o que fazer, tudo o que está no post é tranquilo para grávidas e crianças. Passeios eu não contratei: fiz tudo de carro, por conta própria, porque fica mais baratos, sabe?

  • Rosimeire Helena Dos Santos disse:

    Oi Juju,

    De fato mega legal seu post. prático e bem esclarecedor. Na verdade um guia post kkk.
    Adoraria te lo visto antes, mas cheguei tarde, já comprei hotel e passagem. MAS QUERIA TE PEDIR UM HELP COM ALGUMAS PERGUNTAS:
    1- Chegamos e partimos por Montego Bay. Nosso hotel nos 9 dias será o Riu. Acha viável alugar um carro e ir um dia todo pra Ocho Rios e voltar a Montego ?
    2-Um dia todo em Negril e voltar a Montego ?
    3- Em algum destes destinos melhor dormir por uma noite que seja ?
    4- Em Montego além do Reggae Bar e da Lagoa Luminosa indica algo mais ?

    Muito obrigada , beijo. Rose

    • admin disse:

      Olá, Rosi! Tudo bem?
      Vamos lá:
      montego – ocho rios é ok.
      negril-montego – ok, mas bebem cansativo. Eu dormiria uma noite en Negril, até pra curtir mais a vibe de lá.
      montego, outras atrações: as que eu mais gostei estão no post. Lagoa luminosa é linda!

      Se tiver mais dúvidas, pode perguntar aqui que vou te respondendo!
      bj

  • Gi disse:

    Qual a profundidade da água do Rick’s??? Que demais esses saltos!!

  • Murillo disse:

    Ola Juju! Tudo bem?

    Ótimas dicas, mas ficou uma duvida. Foi tranquilo dirigir? Foi parada alguma vez ou sentiu alguma insegurança ao deixar o carro estacionado perto das atrações?

    • admin disse:

      Oi, Murillo. Foi super tranquilo dirigir nas estradas (mas é mão inglesa, tem que treinar um pouco) e seguro estacionar. Normalmente, tem estacionamento. ó não deixe, nem na Jamaica, nem em lugar nenhum do mundo, coisas de valor ou que chamem atenção dentro do carro. Só por precaução.

  • Ceres disse:

    Oi! Adorei seu blog! Estou começando a planejar uma viagem a Jamaica e minha primeira dúvida foi sobre qual aeroporto usar. Inicialmente pensei em chegar por Kingston e sair por Montego Bay. Desta maneira, pegaria o carro em Kingston, iria para Port Antonio, depois para Ocho Rios, depois para Negril e então entregaríamos o carro em Montego Bay. Mas ainda não entendi bem se a estrada de Kingston pra Port Antonio seria muito ruim. Li que você pegou transfer no trecho inicial. Acha que vale mais a pena chegar e sair por Montego Bay?

    • admin disse:

      Oi, Ceres. Vamos lá:
      De Kinsgton para Port Antonio é mais perto que de Montego Bay. Eu faria como você planejou mesmo. Só tenha atenção, porque aestrada tem muitas curvas, tanto saindo de Kinsgton quando de Montego Bay, e é mão dupla e mão inglesa. Se você chegar de noite e puder pernoitar, recomendo sair no dia seguinte cedo. senão, pé na estrada e bastante atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.