o que fazer na cidade do cabo: dicas de cape town

Vibrante, cultural e deslumbrante. Esse é o cenário da Cidade do Cabo. A imagem de cidade africana com pouca estrutura e selvagem pode ser colocada de lado. As ruas são cheias de jovens, músicos, lojas e visitantes encantados com a riqueza natural nas paisagens formadas pela costa. Cabo convida aqueles em busca de descobertas a cada esquina, compras, natureza  e amantes da boa gastronomia. Nesse post, você vai ver o que fazer na cidade do cabo e todas as outras dicas de Cape Town.

o que fazer na cidade do cabo

Quando ir para a Cidade do Cabo:

Todo mundo pensa em calor e tempo seco quando se fala em África, mas a realidade não é bem essa na parte sul do continente. A cidade do Cabo está na mesma direção do sul Brasileiro, o que quer dizer que verão e inverno têm climas diferentes no começo e meio do ano. O verão vai de dezembro a março, com clima seco e temperaturas que chegam a 30º C. Já o inverno é entre maio e setembro, com temperaturas que podem descer até 6º C de noite e com dias mais úmidos e chuvosos.

De qualquer forma, a localização da Cidade do Cabo favorece ventos constantes durante todo o ano, e um casaco sempre a mão é quase que necessário.

Como chegar na Cidade do Cabo:

Cidade do Cabo

O aeroporto da Cidade do Cabo é um dos mais modernos da África do Sul, mas mesmo assim, não recebe voos diretos saindo do Brasil. Conexões rápidas são normalmente feitas na capital Joanesburgo ou, no caso da Taag, em Angola.

Do aeroporto de Cape Town ao centro são pouco mais de 20 km, mas o translado entre o trecho não tem mistério. Logo no desembarque há quiosques de empresas de táxi e transfer que levam aos principais hotéis do Cabo, e há tarifas para todos os bolsos, que variam de passagens individuais ou em grupo. Nós só não recomendamos os ônibus públicos, já que a oferta é baixa e pode demorar muito para chegar ao centro.

Nossas passagens aéreas foram compradas no Skyscanner e voamos de TAG (Transportes Aéreos Angolanos) no trajeto Rio-Angola-Cidade do Cabo. Mas o voo tem escala em SP e conexão em Angola.

Se você achar tarifas semelhantes da TAM ou South African pelo buscador, é melhor. A Taag compensaria pelo preço, mas tivemos um problema com o fechamento da compra: o valor final do bilhete na hora da compra estava em R$, e não havia nenhuma info de que a Taag faria uma transação internacional. Quando veio a fatura do cartão, a Taag lançou a compra como internacional, em dólar. A diferença de moeda mais o IOF elevou o preço final em mais de R$1000.

o que fazer na Cidade do Cabo:

Há muito o que fazer na cidade do cabo: prepare-se para bater muita perna por lá. Caminhadas pelas ruas do centro e arredores pode ser uma boa atividade para se ambientar no dia da chegada. Há cafés, galerias arte, bares contemporâneos e lojinhas espalhadas por toda a parte.

V&A Waterfront:

Adoramos essa parte de Cape Town. É o porto da cidade, construído em 1860, e que foi revitalização na época da Copa e ganhou dezenas de lojas, restaurantes, hotel, shopping center, roda gigante, artistas tocando, cantando, dançando. É um dos pontos de encontro mais vibrantes da cidade. Algumas dicas pra curtir aqui são:

  • aproveite para subir na roda gigante na hora do pôr do sol. Os ingressos custam R13o para adulto e R60 para crianças.
  • dentro do shopping center Watershed, há várias lojas de decoração descoladas que merecem uma visita, além da Vans, H&M, Senhora, uma versão pequena da famosa loja de brinquedos londrinos Hamsley e uma Apple.
  • para comer, adoramos o Life Gran Café  o V&A Food Market (um galpão com pizzaria, crepes, doces, bakeries, etc)

dicas cape town: V&A waterfront Juju na Tripo que fazer cape town: vista linda da V&A waterfront Juju na Trip o que fazer em cape town: food market compras cape town roda giganta V&A waterfront compras em cape town

Old Biscuit Mill:

Aqui vale aquela história de uma fábrica abandonada e ocupada por ateliês ultra criativos e cafés. O Old Biscuit Mill é um achado, e vale uma tarde com calma por aqui, em qualquer dia da semana. Mas, se você der a sorte de estar pra essas bandas no fim de semana, seu achado vai valer ouro.

the old biscuit mill cape town roteiro cidade do cabo: the old biscuit mill IMG_6295 dicas cidade do cabo: the old biscuit mill IMG_6380 IMG_6390 old biscuit mill

Table Mountain e Cabo da Boa Esperança:

Mais uma dica de Cape Town e de o que fazer na cidade do cabo. Reserve também dias inteiros para fazer os passeios até Table Mountain e o Cabo da Boa Esperança, dois símbolos do país. O primeiro é o cartão portar do Cabo, uma cadeia de montanhas que se localiza na área central da cidade e que tem vista panorâmica para a costa, com quase mil metros de altura. O segundo é o lugar que já foi considerado o ponto mais ao sul do continente africano e tem formações de montanhas irregulares e inabitadas. Ambos são passeio de horas e valem à visita.

Camps Bay

É uma praia bem bacana, emoldurada pela Table Mountain. Não tem um mar muito tranquilo, mas vale ir num dia mais quente ou se tiver um tempo sobrando

praias cidade do cabo: camps baycamps bayIMG_5196

Boulders Beach/Simon’s Town

Aqui fica a maior colônia de pinguins da área. O santuário fica em Simon’s Town, a uma hora do centro de Cape Town, numa área que integra o Parque de Table Mountain. É necessário pagar para entrar na praia e ver os pinguins de perto (R70 adultos, e R35 crianças).

O esquema é assim: tem algumas passarelas que passam pelas áreas onde ficam os animais, e uma parte da praia  com acesso aberto aos visitantes, onde pode-se andar pela areia, tomar sol e entrar na água.

De todas as praias de Cape Town, essa foi a que achamos com mar mais calmo e cristalino. Então, se o dia estiver quente, a dica é levar um biquini e ficar lá no sol com os bichinhos. Vai ser bem mais interessante que só andar pelas passarelas. Mas atenção: respeite os pinguins, o silêncio e o habitat.

boulders beach: onde ver pinguins em cape town  boulders beach: onde ver pinguins na cidade do cabo  juju na trip blog de viagem em familia

Hout Bay

O grande barato aqui é pegar o passeio para a  Ilha das Focas, a pouco mais de 20 minutos de barco partindo da praia. Você vai observar centenas de focas num cenário inóspito e selvagem, perfeito para aqueles que gostam de natureza.

Para chegar em Hout Bay, você pode ir de Uber: fica a cerca de 20km do centro de Cape Town. Chegando lá, há algumas agências que organizam passeios até o lugar das focas. Uma delas é a Animal Ocean. E aí o menu inclui ficar só no barco, ou fazer snorkel com as focas. Os preços são R550 e R800, respectivamente.

Bo-Kaap

Bo-Kaap é um bairro multicultural que fica colado ao centro da cidade e à encosta de Signal Hill. A história do local não é uma da melhores, já que ali ficam escravos trazidos de outras colônias,  mas hoje as ruas vivem o constante movimento da diversidade. A pedida aqui é se perder pelas casinhas de várias cores e sentir o aroma das especiarias que são vendidas nas lojas.

Um bom ponto de partida para visita é o Museu de Bo-Kaap, que conta a história detalhada do bairro, mostrando todas as culturas que passaram por ela. Logo próximo também há o Mercado de temperos, que tem um tradicional pastel chamado samosa, feito de massa folheada e recheado com legumes e temperos picantes.

Long street

Essa rua é o ponto de boemia da Cidade do Cabo. Tem opção de bares, pubs, restaurantes e botecos para todos os gostos. O melhor momento para conhecer é a noite, sem dúvida, e principalmente aos finais de semana. A região se enche de cadeirase pessoas no meio da rua. O legal é que junto também ficam lojas descoladas, ótimas para passear.

juju na trip blog de viagem em familia

IMG_5099

long street : roteiro cape town

Região de Constantia

Poucos sabem, mas a África do Sul é uma produtora de excelentes vinhos. E até há uma região específica de produção e visitação das vinícolas. O local se chama Constantia e fica a pouco mais de 20 km do centro da Cidade do Cabo. São mais de 10 propriedades com plantação, bons restaurantes e degustação de vinhos africanos.

A vinícola Groot Constantia é a mais antigas dela, funcionando desde de 1685, e uma ótima opção para se conhecer mais sobre a produção local. Além da degustação, o cenário dá o toque final. Grandes campos com parreiras e montanhas ao fundo, que no outono ganham uma coloração dourada intensa.

Manor-House constantia

Craft Market e Green Market Square

Esses são os pontos para quem quer comprar artesanato e peças feitas por moradores locais:  dá para encontrar de esculturas de madeira até roupas, tudo de criação própria. O Craft Market fica em um galpão instalado na Waterfront, perfeito para emendar com um passeio pela orla. Já a Green Square fica perto da Long Street

Onde comer na Cidade do Cabo:

Prepare-se para se deliciar com a culinária na Cidade do Cabo. Os restaurantes por lá vem investindo em ingredientes frescos, requintados e combinações criativas, misturando técnicas internacionais em pratos tipicamente africanos. Em muitos casos os frutos do mar são as estrelas dos pratos, devido a riqueza da costa africana, mas o churrasco grelhado, conhecido localmente como braai, não fica atrás.

Entre as opções com cardápio al mare, aposte no Harbour House. O restaurante fica no Kalk bay, serve de frutos do mar à saladas tropicais e toda a estrutura é madeira branca sobre a águas da baía False. O prato mais pedido é o de camarões de Moçambique. Vale lembrar lá os camarões são são descascados, mas a “sujeira” na hora de comer vale à pena.

Se você gosta de churrasco, não deixe de parar em algum bar grill e experimentar o braai. Bons restaurantes são o The Backyard e o X. O primeiro fica na Regent Road, no bairro de Sea Point, e tem preço convidativos. O cardápio é basicamente de churrasco grelhado e de cervejas africanas. O segundo

Por fim, as cafeterias. Você vai descobrir que os cabo-verdianos levam o café muito a sério, com pequenas lojas especializadas na bebida. Entre elas o Origin Coffe Roasting, pioneira na produção local de café artesanal. O local fica em um edifício histórico ao lado do complexo De Waterkant, e possuí ainda uma casa de chá própria. Além disso é oferecido aulas de degustação e treinamento de barista.

Onde ficar na Cidade do Cabo:

O centro do Cabo é a melhor opção para hospedagem e por lá indicamos três hotéis. O primeiro deles é o More Quarters, no distrito de Gardens. A propriedade é rodeada de área verde, a estrutura lembra um casarão antigo eles possuem reserva de quartos e também apart para famílias. Além das comodidades como mini cozinha, banheira e refrigeração, o More Quarters oferece de corteria translados até o Waterfront, principal calçadão da cidade.

hoteis cidade do cabo More Quarters hoteis cidade do cabo More Quarters IMG_4832 IMG_4849

Para uma experiência completa e cheia de luxo, escolha o The Table Bay Hotel, localizado no V&A Waterfront, com vista para o mar. Esse hotel 5 estrelas oferece além de quartos amplos e completos, o Camelot Spa, com spa, tratamentos holísticos, terapias a laser e academia. Também há translado para os principais pontos turísticos do centro, mediante a agendamento prévio.

Por fim, o moderno e contemporâneo Southern Sun, próximo do V&A Waterfront e com fácil acesso ao Green Point. Para aquele como nós, que vão em família, há opções de quartos para até quatro pessoas, com banheiros e camas espaçosas. Eles ainda são equipados com ar condicionado, mini bar, TV e Wifi. O restaurante do hotel oferece menu inspirado nos pratos sul-africanos e também há um bar com vista aberta para o waterfront.

Seguro Viagem:

Usamos o da GTA Assist, que tem uma cobertura bem ampla e incluir até assistência odontológica e jurídica, gastos por atraso ou cancelamento de voo e, claro, assistência médica e hospitalar. O valor para 20 dias de um seguro Global  GTA é de US$167, e a companhia é super confiável porque tem anos de mercado.

5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.