Dicas de Nova York: o que fazer e atrações com família

Gotham, Naked City, Big Apple, the city that never sleeps. Você pode saber todos os nomes de Nova Iorque, saber seus apelidos mais íntimos,  e mesmo assim essa cidade ainda irá te surpreender. Nova Iorque é enorme, e há tantas vizinhanças diferentes que levaria uma vida para explorar cada uma delas. E há sempre algo novo: o melhor restaurante do mundo que acabou de abrir as portas. Um novo bairro up-and-coming. Uma super loja. Um baita festival.  NY é a cidade que mais muda no mundo. E é isso que a torna tão intensa e tão interessante. Nesse post, a gente reúne dicas de nova york, o que fazer na cidade bairro a bairro, e também as melhores atrações em família

Como a cidade é movida a eventos, a  primeira dica de Nova York é chegar lá é conferir a Time Out, que tem tudo o que está rolando no dia, na semana e no mês.  Com a agenda em mãos, faça uma listinha do que você quer ver e fazer, e crie itinerários em torno disso.  E o mais importante: desencane de ver tudo. Não vai dar tempo. Curta o que der, e deixe o resto pra próxima.

Sobre as entradas para as atrações, uma dica de Nova York para economizar é comprar passes. O New York CityPASS te dá nove dias para visitar para seis atrações (entre elas Empire State, The Met, Museu de História Natural e Estátua da Liberdade) e custa $116 ($92 para crianças). Ele é interessante, mas para quem vai com crianças acho que vale mais à pena o  New York Pass: o passe de uma semana custa US$ 200, o de um dia custa US$ 109 (para crianças é $89) e inclui  80 atrações.

Dito isso, comece a explorar a cidade. Manhattan é a área principal, e onde fica o Central Park, Times Square, Chelsea, Soho, the Village, Lower Manhattan, Brooklyn,, todas áreas com muito o que ver e fazer. Aqui vão as dicas principais:

dicas de nova york

CENTRAL PARK E TIMES SQUARE

É o lado frenético de NY, com arranha-céus que somem entre as nuvens, trânsito, milhares de pessoas frenéticas pelas ruas, letreiros luminosos. É o centro nervoso e turístico, e confesso que não é a parte que mais amamos, embora seja muito bacana.  Começa na 45st e vai até o Central Park (aliás, vale muito alugar uma bike e dar uma volta pela parque), e tem milhares de coisas para fazer.

Aqui fica a Times Square e a Broadway. Na Times Square você encontra ótimas lojas para comprar tênis, maquiagem, uma Forever21 e por aí vai. Também fica aqui o Madame Toussauds, museu de cera que imita à perfeição astros pop mundiais e que a galerinha adora.

A meio caminho entre a Times Square e o Central Park fica o MoMA, que virou nosso museu xodó, com obras de Picasso, Warhol, Aaron, Abbot, pôsteres e grafites licérgicos dos anos 60. Tão imperdível quanto o majestoso Metropolitan Museum. O Met fica dentro Central Park, e é uma ótima pedida ainda fazer um lanche no seu terraço no  fim da tarde vendo o sol se pôr de lá. Ah, e fique ligado no MET Kids, uma visita virtual para os pequenos que é um bom jeito de envolvê-los na programação.

ONDE FICAR: Nossos  hoteis nessa área de NY foram o Mandarin Oriental , exatamente em frente ao Central Park em Columbus Circus, e o Loews Regency, na Park Avenue. Todos ótimos. Para outros hoteis nessa área, clique aqui.

ESPECIAL PARA CRIANÇAS: Que tal cinema ao ar livre nos jardins do Central Park. Dependendo da época do ano, enormes telões são montados no parque, com programação gratuita para todas as idades. Fique de olho!

dicas de nova york dicas de nova york

 

BROOKLYN: WILLIAMSBURG & DUMBO:

É o bairro mais festivo e boêmio de NY, com seus armazéns, dezenas de lojas alternativas, mercados. Dá pra chegar atravessando a Ponte de Brooklyn, ou de barco, que a gente achou de longe o jeito mais divertido. Pegamos o East River Ferry no Pier 11 até  Williamsburg,  e chegamos em 15 minutos (é a terceira parada). Se for sábado, você inevitavelmente vai fazer seu primeiro pit stop na Smorgasburg, uma feira de comida para todos os gostos. Dica: o roll’n chia, um sorvete feito na hora, o waffle com sorvete do Wowfulls  e a pizza do Big Mozi.

Dali, é só seguir em frente. O buxixo fica no quadrilátero entre as 6 e a 11th street, entre a Bedford e a Kent Avenue. Lá você vai encontrar ruas de  prédios mais baixos, onde o trânsito é tranqüilíssimo, com bares, restaurantes e lojas bacanésimas, e muitas fleas.

Termine o dia seguindo até Dumbo, onde tem a vista impagável da ponte do Brooklyn. Para ir a pé é um pouco distante de Williamsburg. Vá de ferry, taxi ou de bike.  Em Dumbo, tire uma pausa para curtir os gramados, fazer um picnic, e se tiver disposição atravesse a ponte. Fique de olho na programação, porque aqui também acontecem alguns shows bem legais.

ONDE FICAR: Clique no link para ver hotéis em Williamsburg e Dumbo.

ESPECIAL PARA CRIANÇAS: : um jeito divertido de explorar o Brooklyn é fazendo um passeio de bike. E aí há passeios com roteiros de pizza, de sorvete, de pôr-do-sol, de grafite. O pessoal do Brooklyn Bike Tours sé ótimo, e eles têm bicicletas para crianças.  Fique de olho nas atividades e eventos sazonais como os do Summer Streets, quando tobogãs de água gigantes são montados pelas ruas do Brooklyn. Para os menorezinhos, tem carrossel all year nas margens do rio pros lados de Dumbo.

dicas de nova yorkdicas de nova york dicas de nova york dicas de nova york img_1515 img_1560 img_1605    dicas de nova york img_1711  8537734914_178a5e2104_b

CHELSEA, MEATPACKING & VILLAGE

Essa área de NY entrou na moda nos anos 90, com a migração de galerias vindas do Soho e a caracterização do bairro como reduto gay. É uma área hipsterzinha e variada, também com prédios mais baixos, trânsito mais tranquilo, galpões ocupados por galerias e movimentos alternativos. Para chegar, saia do metrô na estação da rua 23 com a 6a ou 7a.

O imperdível aqui é bater perna pelas ruas, explorando as milhares de lojinhas, restaurantes e galerias. Entre as ruas 30 e 12, fica a  High Line Park, um jardim suspenso plantado num viaduto abandonado que virou cartão-postal de NY. Logo abaixo, tem o Chelsea Market, um mercadão ocupado por dezenas e dezenas de bons restaurantes. Também na linha coma-bem, o Eataly fica nessa área da cidade e merece uma visita.

Descendo do Chelsea pela 8a ou 9a, você chega ao MeatPacking District. O nome vem do fato de a área ter sido ocupada por matadouros e fábricas de processamento e embalagem de carnes; mas hoje esse é um endereço hype e cheio de surpresas. O Whitney Museum  é imperdível, com sua coleção contemporânea e uma arquitetura privilegiado com terraços escancarados para a Big Apple.

ONDE FICAR: Clique no link para ver hotéis em ChelseaMeatpacking. Nessa região, a gente adora o The Nomad e o Sunny Chelsea.

ESPECIAL PARA CRIANÇAS: Mais uma dica de Nova York para quem viaja com família: Se for verão, dê um pulo no Hudson River Park.E aproveite a pista de patinação do gelo (aberta todo o ano) no Sky Ring no Chelsea Pier. Para outras atividades sazonais, como cinemas ao ar livre, fique do olho no site da MommyPoppins.

img_2241img_2377img_2308img_1046 img_1047 img_1094img_1139 img_1172 dicas de nova yorkdicas de nova york img_0985

DICAS DE NOVA YORK: SOHO, NOLITA E BOWERY

Amamos essa parte da cidade. Fica em Lower Manhattan, é cool, cheia de prédios baixinhos também, bakeries pecaminosas (como a Magnolia Bakery e a Baked by Melissa) e um roteiro ótimo de compras. Use a Prince e a Spring Street como eixos principal e explore as transversais e paralelas. Cruze  Broadway, que nesse trecho está cheia de lojas como a Vans, Levi’s e Converse. e depois desça ate  Nolita (“North of Little Italy”), com lojinhas, restaurantes e barzinhos deliciosos. Termina na Bowery, uma rua onde não param de abrir lugares da moda.

ONDE FICAR: O Nomo é um hotel incrível no Soho.  Também adoramos o 11 Howard, em Little Italy. Clique nos links para outros hoteis no Soho e Bowery .

ESPECIAL PARA CRIANÇAS: Visite o NY Children’s Museum of Arts e fique de olho nos grafites pintados pelas fachadas. Aqui também fica o Orpheum Teather, com um off Broadway sensacional em cartaz: a peça Stomp. Nela, um grupo de dançarinos e músicos tira som percussivo dos mais variados objetos: de panelas, a sacos de plástico e vassouras. É um programa bacanésimo para ir com a família. Dica: aproveite e depois da peça dê um pulo no Mamouns (30 St Marks Pl) para comer um dos melhores falafels da cidade.

Quer viajar mais e ficar por dentro de todas as dicas, novidades e promoções?

Deixe seu email aqui!

img_1225 img_2111 img_2117img_2567  img_2609  img_2628

CONE ISLAND

A praia dos novaiorquinos tem também um parque de diversões retrô e com boas doses de aventura e adrenalina. O Luna Park, em Cone Island, é um passeio que já vale se fosse só para adultos. Imagina então se você estiver com crianças. Separe um dia e rume para lá!

 

 

3 Comments

  • Sirlete disse:

    Ola pessoal! Quando fui pra NY me hospedei na casa de uma brasileira, bom e barato BB! Achei melhor que Hotel, tudo limpinho, ela mora sozinha, me senti muito a vontade, fiz umas compras pela internet (economiza aquele imposto local de 9%) duas semanas antes da minha viagem ela recebeu, bateu fotos e me mandou, td otimo!!! Recomendo!!! Fone ou whatsapp Zeti Costa +1 (347) 256-8217

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.