Para onde viajar em outubro no Brasil

Destinos perto do Rio

Para onde viajar em outubro no Brasil? Separamos alguns lugares lindos aqui no país  para viajar sem cair em furadas. Onde chove, onde faz sol, e os melhores passeios. Do Cerrado ao Nordeste, veja alguns dos melhores destinos para conhecer nesse época do ano! (e para dicas em tempo real, siga o Juju na Trip no instagram)

Para onde viajar em outubro: Chapada dos Veadeiros – GO

As belezas naturais de Goiás são incríveis e para aproveitar as inúmeras cachoeiras, rios e vales da região da Chapada dos Veadeiros, o limite é viajar até o fim de outubro. Após esse mês entra o período das chuvas, que vai até abril.

Para onde viajar em outubro

Para onde viajar em outubro: chapada dos Veadeiros, em Goiás. Crédito: Isto É.

Aproveite então o mês de outubro para conhecer as belezas do Vale da Lua, que ganhou esse nome pela formação rochosa local, que parece a superfície lugar. Além disso, posso fazer uma lista extensa de cachoeiras imperdíveis, mas nomeio as minhas preferidas:

  • Cachoeiras Saltos do Rio Negro: duas quedas altas, 80 e 120 metros, que formam um poço de água bem escura;
  • Cachoeira do segredo: uma queda de 100 metro em meio a natureza exuberante;
  • Cachoeira Loquinhas: é uma queda pequena, mas forma uma piscina natural linda de água cor esmeralda.
  • Almécegas: é um conjunto de quedas em nível, formando um lago extenso.
Viagem no Brasil em outubro: Cacheira Louquinha, em Veadeiros.

Viagem no Brasil em outubro: Cacheira Louquinha, em Veadeiros. . Crédito: Outdooractive.

Onde ficar em Veadeiros:

As cidade de apoio são Alto Paraíso de Goiás e São Jorge, e são boas opções a Recanto da Grande Paz, Casa da Lua,  Meu Talento e a Pousada Maya. Se a estadia for prolongada, recomendo a Casas Gengibre, lindas, espaçosas e bem localizadas.

Brasil em Outubro: Jalapão – TO

Jalapão é um destino encantador e um ótimo lugar para 0nde viajar em outubro pelo Brasil, mas tem período certo para se visitar. Como Veadeiros, as primeiras duas semanas de outubro são o limite para conhecer esse lugar incrível, imenso e mágico. Depois, começam as chuvas.

Os dias de sol deixam os fervedouros mais claros e as trilhas perfeitas para dar acesso a tanta beleza. Recomendo um roteiro de 6 dias. Dentre tantas opções, separei aqui as imperdíveis e minhas favoritas:

  • Serra da Catedral: formação rochosa de 180 metros de altura que, com todo o trabalho do tempo, se parece com a forma de uma igreja. A melhor maneira de curtir esse lugar lindo é ver o nascer do sol lá de cima!
  • Cachoeira do Formiga: de águas esmeralda, essa cachoeira é lindíssima e perfeita para flutuação.
  • Fervedouros: são muitos na região e um mais lindo que o outro. Meus favoritos são fervedouro Buritizinho, o mais azul de todos, Buriti, em formato de coração, e o Por Enquanto, recém inaugurado e incrível.
  • Cânion Encantado: mais um dos lugares impressionantes no Jalapão. Esse cânion tem paredes de 80/90 metros cor de fogo com 4 quedas de água.
  • Dunas: foram formadas pela erosão das rochas locais. É um lugar silencioso, lindo. Formos na parte da tarde para pegar as dunas vazias e foi a melhor escolha!
Fervedouros mais lindos do Jalapão: vegetação em volta parece tecer uma renda de floresta

Fervedouros mais lindos do Jalapão: vegetação em volta parece tecer uma renda de floresta

Fervedouro Buritizinho: o mais disputado

Fervedouro Buritizinho: o mais disputado

Para mais dicas, leia nosso post com  roteiro completo pelo Jalapão. Assista também o nosso registro desse destino lindo.

Onde ficar no Jalapão:

Uma informação importante sobre hospedagem no Jalapão: o lugar é enorme e o ideal é mudar de pousada conforme for conhecendo a região. Foi o que fizemos e não poderia ter dado mais certo. Nosso roteiro foi o seguinte:

Jalapão Ecolodge: nossa cabana, aberta para mata. Construção sustentável feita com reuso de resíduos

Jalapão Ecolodge: nossa cabana, aberta para mata. Construção sustentável feita com reuso de resíduos

Rota Ecológica de Alagoas

Em outubro começa a melhor época do ano para visitar a Rota Ecológica de Alagoas. As chuvas dão uma trégua e os dias são mais ensolarados, perfeitos para curtir os 50 km de praias reservadíssimas.A cidade de acesso mais próxima é Maceió, onde parte para as vilas de São Miguel dos Milagres, Toque, Patacho, Lages e Tatuamunha, que fazem parte da rota.

Aqui no blog tem um um guia da Rota Ecológica de Alagoas, e listo abaixo algumas atividades imperdíveis para visitar em outubro.

  • Praia do Toque: fica em Tatuamunha e já foi eleita uma das praias mais lindas do Brasil. Tem águas calmas e cristalinas, tudo por causa da barreira de corais preservada. O acesso a areia é a pé e para ir até a parte mais funda eu recomendo ir de SUP ou de jangada (uns R$40 por pessoa).
  • Praia do Morro: linda e intocada, tem acesso cruzando o rio Camaragibe (R$4 por pessoa). Por não ter construções é tranquila e preservada até hoje.
  • Praia de Tatuamunha: também com corais e formações de piscinas na maré baixa. É absurdamente linda e tranquila.
Onde ir em outubro: água cristalina da Praia do Toque, na Rota Ecológica de Alagoas.

Onde ir em outubro: água cristalina da Praia do Toque, na Rota Ecológica de Alagoas.

Destinos no Brasil que parecem o Caribe. A Praia do Lage, vista de Tatuamunha: uma sucessão de praias intocadas e de mar turquesa.

Destinos no Brasil para ir em Outubro: A Praia do Lage, vista de Tatuamunha: uma sucessão de praias intocadas e de mar turquesa.

Assista o nosso  vídeo para você ver um pouco da cor verde água das praias que mais amamos na Rota Ecológica.

Onde ficar na Rota Ecológica de Alagoas:

Se for com família, recomendo muito a Pousada Borapirá,uma fazenda de coqueiros perder de vista e o mar lindo que se extende a frente. As acomodações são confortáveis, amplas e o serviço é excelente.

Outras pousadas outras muito boas são a Beijupirá e Pedras do Patacho (mas essas não aceitam crianças),  Para mais dicas, confira aqui uma lista de pousadas na Rota Ecológica de Alagoas.

Onde ficar em Alagoas: a pousada Borapirá: coqueiros mantidos em um terreno enorme que parece uma fazendo a beira-mar

Onde ficar em Alagoas: a pousada Borapirá: coqueiros mantidos em um terreno enorme que parece uma fazendo a beira-mar

Acomodações da Pousada Borapirá, Alagoas.

Acomodações da Pousada Borapirá, Alagoas.

Viajar em Outubro: Fernando de Noronha

Se você sonha em conhecer Fernando de Noronha, outubro é um dos melhores meses para conhecer esse paraíso. No mês chove pouco, a temporada de chuva vai até setembro, e ainda não começou o well, quando o mar está mais agitado. Além disso, as temperaturas se ficam na casa dos 27 graus.

Eu nem preciso falar o quanto amo Noronha, em todos os sentidos. Não é a toa que fomos para esse paraíso CINCO  vezes (e pretendemos voltar). Fica aqui a minha lista do que fazer, que não é pequena:

Aqui no blog tem mais informações sobre Noronha e tudo o que você precisa saber.

A Baía dos Porcos vista de cima

A Baía dos Porcos vista de cima

E abaixo listo as praias imperdíveis:

  • Projeto Tamar: na vila dos Remédios há um centro do Tamar, que realiza palestra diárias falando sobre a vida marinha local e a importância da preservação. Recomendo ir com crianças.
  • Baía do Sancho: é uma das praias mais lindas do Brasil e não por menos. Além da cor, um azul intenso, o mar é repleto de vida marinha. O acesso é por uma trilha alta, onde no topo se tem um vista linda da baía.
  • Baía dos Porcos: a cor do mar é esmeralda e perto da areia se formam piscinas naturais, já que a água é bem calma, e você pode dar a sorte de ver tartarugas. A trilha de acesso é da praia da Cacimba.
  • Praias do Meio e da Conceição: caminhando dá para se ir de uma para outra, que têm o mar calmíssimo (fora da época se swell) e de águas muito claras.
  • Atalaia: de acesso controlado, essa praia é o berço da vida marinha da ilha. As visitações são agendadas pelo Parnamar para manter a preservação local. Há uma trilha de acesso que leva a praia tranquila, com rochedos e de mar claro.
  • Piscinas naturais: a maré forma piscinas naturais lindas em Noronha, como a do Morro de Fora, que fica na praia da Conceição, ou a Galego, na praia do Cachorro.
Viajar em outubro no Brasil: todas as praias de Noronha são assim, lindas!

Viajar em outubro no Brasil: todas as praias de Noronha são assim, lindas!

O que fazer em Noronha: a piscina natural do morro de Fora, entre as praias do Meio e Conceição.

O que fazer em Noronha: a piscina natural do morro de Fora, entre as praias do Meio e Conceição.

Onde ficar em Noronha:

A ilha de Noronha tem hospedagens para todos os bolsos, indo de pousadas mais luxuosas até as mais simples. Para quem quer vistas incríveis, tem a Pousada da Morena e a Teju-Açu. A Pousada do Vale também é linda e fica em uma região de muito verde.

No entendo, há pousadas mais em conta que charmosas, como a Casa Luz, a Pousada Mar Atlântico, a Del Mares e a Nascer do Sol.

Onde ficar em Noronha: a vista incrível da Pousada Morena.

Onde ficar em Noronha: a vista incrível da Pousada Morena.

Onde ir em outubro: Chapada Diamantina – BA

A Chapada Diamantina é absurdamente linda, mas só vale visitá-la no período da seca, quando o acesso as trilhas fica mais fácil. Oficialmente, em dezembro começam as chuvas, então outubro é uma boa época!

Onde ir em outubro: Vista espetacular do Morro do Pai Inácio.

Onde ir em outubro: Vista espetacular do Morro do Pai Inácio. Crédito: G1.

E chuva é o que você menos irá querer nessa viagem, pois há lugares lindo para conhecer, muitos com acesso por estrada de terra ou pequenas trilhas. Aqui vai a lista dos imperdíveis:

  • Morro do Pai Inácio: tem uma vista espetacular da Chapada e ainda é um dos pontos mais lindos para se ver o pôr-do-sol.
  • Poço Encantado: uma gruta linda com água de azul intenso. A luz entra por um buraco estreito, deixando o visual ainda mais mágico.
  • Cachoeira da Fumaça: 6 km de trilha para chegar no topo da cachoeira de 300 metros de altura e ver a água voar como fumaça. Além disso, a vista é incrível. Mas é preciso ficar de olho: muitas vezes, ela fica sem água no período de seca.
  • Cachoeira do Buracão: ela fica cercada por paredões rochosos e a trilha de acesso é lindíssima.
  • Poço Azul: tem mais de 20 metros de profundidade e água azul cristalina!
  • Fazenda Pratinha: um rio de água azul, onde pode-se fazer flutuação, e que passa por uma gruta. Nota mil.
cachoeira-da-fumaca

Vista da Cachoeira da Fumaça, na Chapada Diamantina. Crédito: Melhores destinos.

Onde ficar na Chapada Diamantina:

A área da Chapada Diamantina é ampla e pequenas cidades servem de base para explorar as cachoeiras e demais atrações da região. Dentre elas, a de Lençóis é a com maior opções, como o Hotel Canto das Águas, Hotéis de Lençóis e a Pousada Luar do Sertão.

Ubatuba – SP

Ubatuba tem um dos litorais mais lindos de São Paulo, com a praia do Félix, de águas cristalinas e calmas. Em outubro o destino já tem temperaturas mais altas e agradáveis para aproveitar e, além disso, os dias são mais ensolarados.

A praia do Português

Mas o que fazer em Ubatuba? São muitas praias lindíssimas que não podem faltar no roteiro. Separo aqui as mais lindas.

  • Ilha das Couves: o mar é incrível e a área toda preservada. Há um limite de passeios e tempo de permanência, o que ajuda a manter toda a beleza da ilha.
  • Praia do Português: é lindíssima, de mar calmo e azul. A dica é chegar cedo para pegar ela quase vazia.
  • Praia da Fazenda e Picinguaba: ficam uma ao lado da outra e são bem tranquilas, tanto em questão de visitantes e de mar. O acesso é por carro.
  • Ilha de Prumirim: o acesso é de barco, bem próxima da praia do Félix. É mais tranquila e com mar bem cristalino.
ubatuba litoral norte sp: as praias do Félix e do Português

ubatuba litoral norte sp: as praias do Félix e do Português

Quer saber mais de Ubatuba? Leia o nosso conteúdo sobre Dicas de Ubatuba.

Onde ficar em Ubatuba:

Se preferir uma hospedagem em Pousada, recomendo o Itamambuca Eco Resort, na praia de mesmo nome. O espaço é muito bonito, com quartos amplos e iluminados. Ou há a opção do aluguel de casas, para ficar mais reservado. Uma das mais bonitas é a Casa de Praia do Félix.

Onde ficar em Ubatuba: casa linda na praia do Félix.

Onde ficar em Ubatuba: casa linda na praia do Félix.

Viagem em outubro: Ilha Grande – RJ

Mar cristalino, natureza intocada e muita tranquilidade, Ilha Grande é o destino perfeito para ir em outubro caso você busque tudo isso. Nessa época chove pouco e as temperaturas já estão bem agradáveis para curtir praias lindas todos os dias.

A praias dos Meros, na Ilha Grande

A praias dos Meros, na Ilha Grande

A dica é ficar pelo menos 4 dias e conhecer tudo. Aqui no blog você encontra um guia completo de Ilha Grande com todas as informações essenciais desse paraíso, mas listo aqui o que é imperdível!

  • Praia da Paranóica: praia de mar esmeralda e entorno preservado, com muita mata. No lado direito há o desaguar de um rio que leva a uma cachoeira.
  • Praia dos Meros: também lida, mas com mar mais calmo. É pequena e muito intimista, do jeito que eu gosto.
  • Cataguases: comparo esse conjunto de praias e ilhas com o visual de Pak Bi Island, da Tailândia, de tão lindas. Mar calmo, tom esmeralda e muito cristalino. A dica é ir bem cedo e aproveitar o local com poucas pessoas, porque lá pras 11h chegam as escunas.
  • Lagoa Verde: tem esse nome por formar uma espécie de lagoa de água muito calma e verde. É lindíssimo.

Boa parte delas tem o acesso apenas por passeio de barco. Nós escolhemos a LIG (Lanchas Ilha Grande), que tem opções privadas, coletivas e também personalizadas.

Passeio volta à Ilha Grande: a parnaioca, uma das praias mais lindas

Passeio volta à Ilha Grande: a parnaioca, uma das praias mais lindas

Cataguases, um paraíso que comparo com as Pak Bi Islands

Cataguases, um paraíso que comparo com as Pak Bi Islands

Praia de Paranóica

Onde ficar em Ilha Grande:

Para deixar a experiência do lugar ainda mais incrível, eu escolhi ficar na Jungle Lodge Ilha Grande, uma pousada semelhante a casas na árvore, com contato direto com a natureza. Não há janelas e a vista é espetacular, escutando o barulho os pássaros, do vento e do mar.

Onde ficar em Ilha Grande

Onde ficar na Ilha Grande: a nossa cabana, em conexão total coma natureza

Onde ficar na Ilha Grande: a nossa cabana, em conexão total coma natureza

Caso prefira uma hospedagem mais convencional, recomendo a Pousada Casablanca, que fica na Aldeia de Abraão, a principal de Ilha Grande. A localização é ótima, perto da praia, tem um comércio em volta e o serviço é muito bom.

Pousada Casablanca, em Abraão: hospedagem mais convencional

Para onde ir em Outubro: Ilhabela

Mais um destino incrível no litoral paulista para ir em outubro. Nesse mês, as temperaturas em Ilhabela já estão mais altas e agradáveis e o sol saí com mais frequência, deixando as praias ainda mais lindas e verdinhas. Para entender, a ilha é dividida em regiões: leste/norte e oeste/sul, sendo as primeiras mais intocadas e as segundas com maior infraestrutura.

Sendo assim, separei o que fazer em cada uma delas, dividido pelas regiões.

  • Oeste/sul: as praias aqui tem mais barracas, pousadas e infraestrutura. As mais bonitas são a Praia da Ilha das Cabras, da Feiticeira e do Veloso. Apesar de terem quiosques, são mais tranquilas.
  • Leste/norte: são as regiões mais tranquilas da ilha e com menos estrutura. Boa parte das praias te acesso por estrada de terra ou somente por mar. As mais lindas do leste sem dúvidas são as praias: Bonete, da Fome e Poço (todas com acesso por barcos). Já as do norte, Jabaquara e Pacuíba.

Para onde ir em outubro: Praia de Jabaquara, em Ilhabela. Crédito: Melhores Destinos.

Praias em Ilhabela: Praia do Monte, umas das mais lindas da ilha. Crédito: Guia Cidade 360.

Praia da Fome, em Ilhabela. Crédito: Pinterest.

Onde ficar em Ilhabela:

O lado oeste, por ter a melhor infraestrutura, tem também mais pousadas e hotéis. Para o sudoeste há algumas que ficam em pontos altos, como a Pousada 8 Ilhas e o Memorial Ilhabela residencial. A vista nos dois é incrível, principalmente no pôr-do-sol.

Um pouco mais ao norte fica a TW Guaimbê Exclusive Suites, com pé na areia e quartos iluminados e amplos.

Já na praia de Pacuíba, para quem preferir, tem casas de até 10 pessoas para alugar, como a Casa Pacuíba. Espaçosa e com vista incrível, tem amplos cômodos e fica em uma região tranquila.

Onde ficar em Ilhabela

Onde ficar em Ilhabela: Casa Pacuíba, que tem vista incrível do mar.

Pantanal:

O cenário do pantanal muda conforme a época do ano. A partir de outubro começa o período de chuvas, quando as áreas começa a ficar alagadas, e quando há a chance de ver mais jacarés e cegonhas. Por ser a transição entre estações, viajar em outubro para o Pantanal costuma ser uma boa, com transição dos cenários.

Aqui vai algumas dicas do que fazer no Pantanal e aproveitar a viagem:

  • Passeio de Pantaneiro: o nome é dados aos moradores locais, que andam de cavalo pela terra recém alagada. As fazendas que oferecem esse tipo de atração levam a locais de observação de animais.
  • Passeios de barco: andar de barco é um clássico e precisa estar na lista da viagem. As pousadas oferecem pacotes fechados e com guias com olhares atentos para a vida animal durante o percurso.
  • Estrada Parque: são 120 km de estrada, indo de Corumbá a Miranda. Ela foi feita para observar a fauna e flora local.
  • Focagem noturna: são passeio feitos de noite para observação de animais com hábitos noturnos. A maior expectativa aqui é ver as onças pintadas, que são raridade.

Onde ir em outubro: cenas lindas do Pantanal. Crédito: Superinteressante.

Passeio de barco pelas áreas alagadas do Pantanal. Crédito: Viator.

Dicas do Pantanal: percorre a Estrada Parque e observar a vida animal local.

Onde ficar no Pantanal:

A extensão do Pantanal é grande e há vários locais para fazer atividade em áreas alagadas. Por isso, indico escolher uma fazendo ou Lodge que ofereça passeios de observação, já que os locais são mais experientes em localizar os animais.

Por isso, indico o Aymara Lodge, que fica na parte norte do Mato Grosso. A fazenda fica em um área isolada, com total imersão a vida local. O mesmo acontece com o Araras Pantanal Eco Lodge, também na região norte do Pantanal.

Já no limite entre Bahia e Goiás fica a Pousada Trijunção, outra opção de fazenda para explorar o Pantanal. O local é rodeado de natureza com passeios de bicicleta, barco, cavalo e caiaque.

Onde ficar no Pantanal: Pousada Trijunção.

Amazônia:

O maior Estado do Brasil é também o de maior área florestal. Em outubro há um equilíbrio no período das chuvas, que acontece diariamente, mas em menos tempo. São pancadas rápidas, devido o calor, mas que não atrapalham os passeios durante o dia.

O ponto de partida é a capital Manaus, onde há lugares lindos para visitar, como o o Teatro Amazonas e o Mercado, o Palácio Rio Nego e o lindíssimo encontro dos Rios Negro e Solimões. Além disso, há lodges no meio da floresta, que oferecem passeios de barco para observação de animais e visitas controladas a comunidades indígenas.

Para onde ir em outubro: conhecer o Encontro dos Rios, em Manaus. Crédito: Rede Manaus.

O que fazer em Manaus em outubro: Teatro Amazonas. Crédito: Rede Manaus.

O que fazer em Manaus em outubro: Teatro Amazonas. Crédito: Rede Manaus.

Onde se hospedar no Amazonas:

Como dito, as hospedagem do tipo Lodge oferecem passeios pelas riquezas da Amazonia. Algumas das melhores opções são o Juma Amazon Lodge e o Amazon Mutuca ficam em regiões próximas, com áreas alagadas e acomodações “flutuantes”.

Além deles, há também outras duas ótimas opções, o Dolphin Lodge, as margens do rio Paraná do Mamori, e o Alta Vista Amazon Lodge, no rio Manacapuru.

Onde ficar na Amazonia

Onde ficar na Amazonia: Juma Amazon Lodge.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.