Quanto custa viajar pra Tailândia? Bangkok e Ko Phi Phi

passeio caiaque em Ko Phi Phi

Quem nunca ouviu falar que a viagem para a Tailândia não é tão cara assim? Muitas pessoas trocam destinos na América do Norte e Europa para se aventurar pelas belezas da ásia e, de quebra, economizar na viagem. Mas será que isso é verdade mesmo? Nesse post mostramos quanto custa viajar para a Tailândia, especificamente para as cidades de Bangkok e Ko Phi Phi (nossas favoritas), com valores de hotéis, passagens, transporte, alimentação e atividades.

Como chegar e como se locomover na Tailândia:

O principal aeroporto da Tailândia fica na capital do país, Bangkok. Do Brasil não há voos diretos e é preciso escolher qual a melhor rota para chegar até lá, levando em conta as paradas possíveis, os valores das passagens e o tempo de chegada. O trajeto mais rápido, e também mais caro, é por Dubai, com uma única conexão e 24 horas de voo. Já a mais barata é pelos Estados Unidos, parando em cidades americanas, no Japão e depois em Bangkok.

Pelo site da Skyscanner é possível encontrar passagens com valores que variam de R$2.000 a R$3.500 dependendo da época do ano. Os valores mais baixos vão de fevereiro a abril e os mais altos de julho a setembro. Essa é a parte mais cara da viagem, justamente pela distância, mas não desanime, o resto tem valor convidativos.

Entre Bangkok e Ko Phi Phi a forma mais rápida é também de avião, com empresas low cost locais. As principais são a Thai e a Bangkok Airways, com passagens ida e volta a partir de R$300. Ko Phi Phi tem uma passagem extra de barco, com  saídas de Krabi, do Klong Jilad Pier, ou Pukhet, do Rassada Pier. A empresa que vende os tickets é a Pukhet Ferry, que custam a partir de R$40 por trajeto.

viagem Tailândia

Onde se hospedar na Tailândia:

Muitos tem a impressão de que os hotéis na Tailândia podem se encaixar em duas categorias, os luxuosos, com diárias que custam fortunas, e os simples, que não possuem estrutura e são bem baratos. Claro, isso existe, mas há opções com bons preços, bons serviços e boa estrutura. Vamos separá-los nas duas cidades que mais indicamos conhecer na Tailândia, Bagkok, e Ko Phi Phi.

Hotéis em Bangkok:

Escolher bem a localização do hotel em Bangkok faz diferença no orçamento da viagem para a Tailândia. Bairros como Riverside e Thonburi são mais afastados do centro e concentram alguns dos melhores hotéis com custo benefício. Indicamos por lá o W Satation, com diárias a partir de R$190, e o Zenniq, a partir de R$220 por dia. Outro bairro bacana para se hospedar é Kao San Road, a parte mais antiga da cidade e também é onde estão os principais pontos turísticos. Por lá, opte pelo Dewan Bangkok, com diárias a partir de R$300, e o Nouvo City Hotel, a partir de R$290.

Para saber mais sobre outras regiões de Bangkok e os melhores hotéis da cidade, acesso o nosso post “Onde ficar em Bangkok: Guia da cidade e hotéis“.

quanto custa viajar para Tailândia

Quarto do Nouvo City Hotel

viagem Tailândia

Quarto espaçoso do Dewan Bangkok

Hotéis em Ko Phi Phi:

O arquipélago de Phi Phi é formado por 4 ilhas principais, Ko Phi Phi Don, Ko Phi Phi Leh, Bamboo e Mosquito Island, mas é em Ko Phi Phi Don que estão os hotéis, as demais são somente para passeio. Nós ficamos no Mama Beach, um hotel charmoso e tranquilo com o pé na areia que fica em Ton Sai, relativamente próximo ao porto de chagada em Phi Phi, mas fora da movimentação de visitantes. A diária para um casa custa a partir de R$450.

Outro hotel de frente para a praia e igualmente bonito é o The Cove Phi Phi, que fica em Muang, na costa leste da ilha. As diárias são também a partir de R$450 por casal, com quartos em estilo cabana, vista para o mar e, em alguns casos, varanda privativa.

quanto dinheiro levar para tailandia

Quarto do The Cove com vista para o mar

Principais atrações na Tailândia:

O que faz a viagem para a Tailândia ser tão especial é a quantidade de lugares lindos e diferentes para visitar. Bangkok é a cidade dos templos, coloridos, detalhados e impressionantes. Ko Phi Phi ficam algumas das praias mais lindas do mundo, o que torna tudo ainda mais especial.

O que fazer em Bangkok:

Damnoen Saduak: é um dos principais mercados flutuantes de Bangkok, e também um dos mais movimentados. Acontece todos os finais de semana, em uma região que fica a 100 km da capital. Ele é mais bonito, pois é dedicado ao turismo, mas mesmo assim vale a pena ver o comércio em pequenos barcos, que vendes frutas, verduras e bugigangas de todos os tipos. Os passeios até lá custam 600 Baht (R$70) por pessoa. Se oferecerem outros passeio conjugados, fuja, pois vai deixar tudo muito corrido e cansativo.

Gran Palace: É um complexo arquitetônico clássico Tailandês, uma verdadeira cidade dentro de Bangkok. Os prédios foram construídos em meados de 1782 e conservado pelo governo até os dias de hoje. Todas as paredes e telhados possuem detalhes coloridos ou em dourado, o que deixa o visual ainda mais impressionante. Outro detalhe é o Buda de Esmeralda esculpido em jade, que fica no tempo de Wat Phra Kaew, dentro do complexo. A entrada por pessoa não é das mais baratas 500 Baht (R$60), mas vale cada centavo.

Wat Pho: O templo abriga a maior escultura de Buda deitado de toda a Tailândia. São 43 metros de comprimento, rodeado por paredes milimetricamente pintadas e ornamentadas. Do lado externo há fileiras de Budas dourados e 91 chedis, torres com budas dentro. A entrada custa 100 Baht (R$12).

Wat Indra Viharn: Outro templo igualmente lindo e detalhado para conhecer. O Buda que ocupa o interior principal agora é o maior da cidade na posição em pé, com 32 metros de altura. No lado de fora os monges entregam folhas folhas douradas para que os visitantes colem no pé da estátua para agradecer a visita ao local. Não deixe de aceitar!

Wat Arun: É o cartão postal de Bangkok e uma das construções mais intrigantes da Tailândia. O tempo de 70 metros de altura tem uma torre central chamada “prang, que se estende na beira do Rio Chao Phraya. Cada adorno é de um detalhe único e os desenhos mudam de uma capela para outra. Para chegar até ele é necessário pegar um barquinho e o trajeto e a entrada custam 50 Baht (R$6) por pessoa. Dica: vá ao entardecer, quando o pôr-do-sol deixa o destalhes ainda mais bonitos.

Wat Ratchanatdaram: A parte interno do templo é linda, mas é o exterior que mais impressiona. São torres pontudas em tom escuro com uma central em dourado, que representam a iluminação budista. Dentro do prédio há um espaço para meditação e no topo um mirante com vista para a cidade.

Vista do Templor de Wta Arun em Bangkok

Templo de Wat Ratchanatdaram em Bangkok

Barcos cheios de frutas e verduras do mercado de Damnoen Saduak

O que fazer em Ko Phi Phi:

View Point: É  uma parte alta que fica nas proximidades do centro de Ko Phi Phi Don e que tem uma vista linda das praias mais próximas. Até lá são 30 minutos de caminhada, em uma estradinha bem localizada, já que é rota de fuga em caso de tsunami, e organizada. A entrada é gratuita.

Caiaque em Ko Phi Phi: custa em média 10 dólares a hora,

Passeio de longtail por Ko Phi Phi Don: São as embarcações tradicionais da região, que margeiam a ilha toda durante um dia inteiro. Eles partem do centrinho e você pode negociar o número de paradas e os valores de acordo com o número de pessoas em cada, mas o preço médio é de 700 Baht (R$82) por pessoa.

Maya Bay: Sim, ela é tudo isso que foi mostrado no filme “A Praia”, estrelado por Leonardo DiCaprio. O mar estremante azul é rodeado por rochedos com vegetação intensa e areia fofa e clara. Por se escondida, não há ondas, o que deixa tudo ainda mais lindo. A dica para visitar a praia é ir bem cedo, antes das 8 horas da manhã, quando os barcos turísticos invadem o local.

Bamboo Island: É uma ilha super pequena e charmosa localizada ao norte de Ko Phi Phi Don. O mar é transparente ao extremo e a vegetação forma uma paisagem interessante. O passeio é normalmente feito em conjunto com outras ilhotas e os valores são a partir de 500 Baht (R$60).

Mosquito Bay: Normalmente é visitada no mesmo dia que Bamboo Island, mas essa é mais selvagem, com muitas pedras próximas da praia. É a opção para um dia mais tranquilo e com uma visual lindo.

Vista da entrada para a praia da Maya Bay

Onde comer na Tailândia:

Separamos alguns dos melhores restaurantes das três cidades que listamos nesse post. Alguns são mais refinados, com técnicas internacionais e temperos locais, outros são mais familiares, mas igualmente deliciosos e com ótimos preços.

Onde comer em Bangkok:

Thara Thong: O restaurante tem uma decoração típica linda, que deixa a refeição ainda mais especial. O Thara Thong fica no hotel Marriott, os pratos são asiáticos e há show de dança e canto todos os dias no jantar. Se você não gostar de pimenta, verifique com o garçom a possibilidade de deixar a sua escolha menos picante, pois o tempero é usado em abundância. Os valores vão de 210 Baht (R$29,00) um drink até 800 Baht (R$95,00) os pratos.

Yao Rooftop: Tanto o restaurante como o bar ficam no terraço do hotel Marriott e têm vista para o skyline de Bangkok, que é lindo. A comida é uma mistura da culinária asiática com técnicas europeias. Os pratos são bem temperados, mas a quantidade de pimenta é controlada para não assustar os turistas. Os valores vão de 188 (R$23) Baht uma sopa até 900 Baht (R$108) pratos com lagosta.

The Coffee Club: É uma cafeteria charmosa em Wat Don que mistura ingredientes tailandeses e comidas típicas com receitas internacionais. Os pratos variam de lanches rápidos, saladas e bebidas geladas e quentes com café. Há também opções vegetarianas e sem glúten. Os valores vão de 190 Baht (R$28,50) um Pad Thai até 395 Baht (R$45) um menu de café da manhã completo.

Onde comer em Ko Phi Phi:

Papaya: Um restaurante com pratos deliciosos e ótimos custo benefício. O ambiente é simples, porém muito organizado e limpo. Há uma seleção com peixes, frutos do mar e também frango. Os pratos variam de 150 Baht (R$18) até 600 Baht (R$72) para opções que servem até 3 pessoas.

The Mango Garden: O principal ingrediente do restaurante é a manga, que é servida em pratos salgados e doces, tudo muito colorido e charmoso. Ele fica na parte mais central de Ko Phi Phi Don e os valores das bebidas e comidas vão de 75 Baht (R$9) até 175 Baht (R$22).

Aroy Kaffeine: Outros restaurante com comida fresca e bom preço no centro de Ko Phi Phi Don. O ambiente interno é climatizado, mas há mesas do lado de fora, para quem quer curtir o movimento.Os pratos favoritos são o Pad Thai e a sobremesa de banana com sorvete. Valores variam de 125 Baht (R$15) um bowl de sopa até 299 (R$36) patos com camarão.

ACQUA Restaurant: Para quem quer variar os pratos típicos, o Acqua é uma ótima pedida. Tem massas, saladas tropicais e pratos leves sem tempero picante nem frutos do mar. Quem é vagano também vai gostar dele, pois há bons pratos desse tipo. Os valores variam de 150 Baht (R$18) a 350 Baht (R$42).

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.