Lollapalooza 2020: como chegar, onde ficar, ingressos

Como chegar no Lollapalooza: trem, ônibus, carro, metrô? Onde é melhor se hospedar em São Paulo para quem vai à cidade exclusivamente para o festival?  Nesse post reunimos as principais informações sobre o evento, para que você possa curtir muito o evento. Descubra como funciona o Lollapalooza 2020, onde os ingressos são vendidos, onde se hospedar e como chegar até lá.

Sobre o Lollapalooza 2020:

O Lollapalooza é um festival de música internacional que  acontece desde 2014 no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

O evento recebe nomes da música eletronica, pop, rock e indie, divididos em 600mil m² e quatro grandes palcos. São 3 dias consecutivos, em 2020 será nos dias 3, 4 e 5 de abril, contando também com espaço cultural, artístico e gastronômico.

Lollapalooza 2020: Line up cheio de música eletrônica.

Lollapalooza 2020: Line up cheio de música eletrônica.

Informações importantes sobre o festival:

Engana-se quem acha que no Lolla só acontecem grandes shows. A estrutura conta diferentes áreas para aproveitar os 3 dias de evento sem perder o fôlego.

Primeiro, as praças de alimentação, que são verdadeiras feiras gastronômicas. São duas, a Chefstage e o Burger House by Hellmann’s.

Nelas, há diferentes food truck, servindo pizza, hambúrguer, churros e muito mais. Os valores variam de R$6 a R$44.

Um dos espaços gastronômicos do Lollapalooza 2020.

Um dos espaços gastronômicos do Lollapalooza 2020.

Além das áreas de alimentação, o festival tem também o Lolla Market e o Lolla Store.

O primeiro reúne marcas famosos e designs locais, que expõem seus produtos de uma forma descolada e moderna.

Já o segundo é a loja oficial do evento, com roupas, lembranças e acessórios não só da marca como também dos principais nomes que sobem aos palcos.

São Paulo recebe o Lollapalooza nos dias 3, 4 e 5 de abril de 2020.

São Paulo recebe o Lollapalooza nos dias 3, 4 e 5 de abril de 2020.

E por ser um espaço grande, nada mais justo do que lugares para descansar as pernas entre uma atração e outra.

Por isso, o evento criou espaços com puffs, balanços e almofadas, para que os visitantes possam relaxar e fazer uma pausa.

Se quiser mais exclusividade, opte pelo ingresso que dá direito ao Lolla Lodge, área VIP com vista para dois palcos, open bar, mesas e telões para dos shows.

Onde comprar os ingressos para o Lollapalooza:

Os ingressos para o Lollapalooza 2020 são vendidos no site oficial do festival e estão disponíveis em diferentes categorias.

O Lolla Day é a opção para um único dia, com acesso à todas as áreas do autódromo, menos o espaço VIP (mas até a data da publicação desse post, não foi posto à venda .

Já o Lolla Pass é para aqueles que querem curtir os 3 dias. Se preferir ter acesso ao evento todo, sem restrição, invista no Lolla Louge Pass, com entrada para a área VIP.

A entrada acontece a partir das 11:45h e, dependendo da programação do dia, encerras às 23h.

Como chegar em São Paulo:

De avião:

São Paulo tem dois grandes aeroportos, o de Congonhas, mais próximo do centro, e o de Guarulhos, na cidade vizinha de mesmo nome.

Se puder, de preferência pelo primeiro, mas tenha em mente que as passagens desse são mais elevadas, justamente pela facilidade de deslocamento.

Se optar por Guarulhos, organize-se para pegar taxi, Uber ou até mesmo trem até a capital. Desde 2018 há o Airport Express, que conecta o aeroporto com a Estação da Luz. O valor é de R$ 8,60 ajuda a economizar no transporte.

Para achar as passagens mais baratas, sempre indicamos o buscador do Skyscanner, que seleciona todas as cia. aéreas, os horários e tarifas disponíveis. Para ir ao Lolla, veja a passagem com bastante antecedência.

De carro:

As vias terrestres para São Paulo são muitas e há quem queira ir de carro para o festival.

Se sair do Rio de Janeiro, siga pela Dutra, bem sinalizada, pavimentada e com fluxo mediano. O tempo de viagem é de aproximadamente 6h.

De Belo Horizonte o tempo aumenta para 8h, vindo pela BR-381.

Onde ficar em São Paulo:

O Autódromo de Interlagos fica relativamente distante da parte central de São Paulo (Av. Paulista), onde estão os melhores hotéis da cidade. Por isso, é importante encontrar hospedagens mais próximas, que vão facilitar a locomoção para o evento.

Os bairros vizinhos, como Interlagos, Vila Clementino, Itaim Bibi, Brooklin e Santo Amaro são os mais indicados, mas pela facilidade de transporte público paulista dá para ficar em praticamente qualquer bairro que tenha estação de metrô e linha de ônibus (o deslocamento só será mais demorado).

Hotéis em São Paulo:

  • Ibis Sao Paulo Interlagos: Fica a apenas 2,5 km do autódromo e tem a estrutura padrão da Rede Ibis, o que é uma aposta sem erros. A estrutura é simples, porém os quartos são confortáveis e tem um bom café da manhã.
  • Hotel Transamerica São Paulo: Esse hotel em Santo Amaro tem boa estrutura, quartos grandes, café da manhã e fica a 6,3 km do autódromo. Uma estação de metrô fica próxima.
  • Novotel São Paulo Berrini: Outro bom hotel em Santo Amaro. Ele não fica tão próximo de metrô, mas tem a estrutura mais luxuosa. O autógrafo fica a 8,5 km.
  • Bourbon Convention Ibirapuera: É ótimo para quem chega em São Paulo pelo aeroporto de Congonhas, pois fica próximo dele. Tem uma estação de metrô ao lado e fica a 11 km do autódramo da cidade.
  • Tivoli Mofarrej São Paulo: Se a viagem incluir ainda uma visita em São Paulo, indicamos ficar na Paulista, no Tivoli. Ele tem quartos grandes, acesso fácil ao metrô e serviços de luxo. O autógrafo fica a 16 km dele.

Ou veja aqui mais hotéis em São Paulo.

Onde ficar em São Paulo: Bourbon Convention Ibirapuera.

Onde ficar em São Paulo: Bourbon Convention Ibirapuera.

Como chegar no Lollapalooza e se locomover por São Paulo:

A oferta de transporte em São Paulo é grande, então chegar no evento não será um problema. O importante é decidir qual a melhor forma para você e se organizar com antecedência, evitando transtorno tanto na chegada como na saída.

Como chegar no Lollapalooza de Carro:

A entrada para o estacionamento é pela Rua Jacinto Júlio, que dá acesso ao portão G. O valor da diária é de R$120 e o pagamento é feito na entrada.

Se optar por ir de carro (ou moto), chegue mais cedo e garanta uma vaga, pois o local lota rápido. Indicamos também o uso de GPS, já que circular por São Paulo não é fácil.

Traslado para o Lollapalooza:

Outra opção é ir com o Lolla Transfer, que é o serviço de translado oficial do evento. As saídas acontecem no Hotel Hilton Morumbi e no hotel Transamérica Higienópolis. Caso não esteja hospedado em nenhum desses, é necessário chegar com 30 minutos de antecedência para não perder a saída.

A venda é feita pelo site oficial do Lollapalooza, mas os valores e horários para 2020 ainda não estão disponíveis.

Metrô, trem e ônibus

O transporte público é o mais econômico, mas também o que necessita de mais organização.

Se for de metrô ou trem, a estação para descer é a do Autódromo, que fica na linha Esmeralda. Faça baldeação até ela e depois faca o trajeto até o portão 9, que fica a 30 minutos de caminhada (ou vá de taxi/uber por aproximadamente R$10).

Explicando melhor: são 5 linhas de metrô, que atendem a cidade de São Paulo, e 7 linhas de trem, que chegam nas cidades vizinhas da região metropolitana. A baldeação entre elas é gratuita e a tarifa é a mesma para todas, R$ 4,30 por viagem.

Sobre a linha Esmeralda: é nela que fica a estação do Autódromo, ponto mais próximo do Lollapalooza. Ela tem 18 estações e faz baldeação com as linhas Diamante (trem), Linha Amarela (Metrô) e Linha Lilás (Metrô). A sua viagem só será direto caso o hotel esteja próximo das estações da linha Esmeralda, se não, haverá troca. Fique atento.

No entanto, preste atenção no horário de fechamento das estações para não ficar na mão. Sexta e domingo o funcionamento é até a meia-noite e sábado até 1h da manhã.

Se optar por ir de ônibus, recomendamos o site SP Trans para verificar quais as melhores linhas de acordo com o lugar que você estiver hospedado.

Dicas para curtir o Lolla:

Já deu para ver que o Lollapalooza é um evento de grandes proporções e recebe muita gente. Por isso, damos aqui algumas dicas para curtir sem tem problemas.

  • Fique de olho na programação e nos horários dos shows que acontecerão nos 3 dias de festival e organize o deslocamento de um palco para o outro. Se você já estiver preparado, vai evitar tumulto e conseguirá chegar um pouco mais próximo do palco.
  • Há lugares para comer perto dos palcos, mas as áreas gastronômicas são um pouco afastadas. Opte por ir até elas no horário de alguma apresentação que seja menos a sua cara e evite filas longas.
  • O mesmo vale para o uso dos banheiros. Como são muitas pessoas, as filas podem ser intermináveis. Se puder, vá antes do fim das apresentações ou no meio de alguma que não seja a sua favorita.
  • A saída sempre é conturbada, então, planejamento é essencial. Saia um pouco mais cedo ou tenha paciência para esperar que o espaço esvazie antes de seguir para o hotel. Fique de olho nos horários do transporte público ou do translado, dependendo de qual você escolheu para ir ao festival.
Dicas para curtir o Lollapalooza 2020.

Dicas para curtir o Lollapalooza 2020.

Leia Também:

Para onde viajar em outubro: escolha o destino certo

Lugares para ir no feriado de 15 de novembro

Para onde viajar em janeiro: 10 melhores destinos

Destinos tranquilos para passar o Ano Novo

E siga o Juju na Trip no instagram e youtube <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.