Canal do Midi na França: Guia completo

A cidade de Toulouse, umas das mais lindas no caminho do Midi
A cidade de Toulouse, umas das mais lindas no caminho do Midi

Paris é o destino mais procurado da França, mas o país tem outros destinos igualmente encantadores. É o caso da região cortada pelo Canal do Midi, uma obra da engenharia moderna que liga o litoral sul à cidade de Toulouse, no interior. Nesse post vamos explicar um pouco do que é o Canal de Midi na França, como chegar até ele, onde se hospedar, o que fazer e também como dá para passear de barco por toda a extensão.

O que é o Canal do Midi na França:

O Canal do Midi é um canal fluvial construído no século XVII a mando do Rei Luís XIV. São 360 km de extensão, ligando Toulouse, na parte central, a Sète, no mediterrâneo, e passando por várias cidadezinhas no sul da frança.

O projeto foi criado para transportar mercadorias e fugir dos ataques corsários que aconteciam no Estreito de Gibraltar.

Hoje, ele serve principalmente como ponto turístico, em que podem ser feitos passeios coletivos por alguns trechos ou aluguel de barco para conhecer toda a extensão.

Canal do Midi dicas

Canal do Midi dicas: Os barcos são devagar para não prejudicar as margens e vegetação local

No mapa dá para ver as principais cidades que são cortadas pelo canal, contando pela extensão com 126 pontes, 63 comportas, 55 aquedutos, 7 pontes-canal, 6 barragens e 1 túnel.

Canal do Midi na frança

As principais cidades cortadas pelo Canal do Midi na França

Como chegar no Canal do Midi:

Toulouse, Carcassone, Narbonne, Castelnaudary e Sète são as principais cidades cortadas pelo Canal do Midi. Todas elas têm estações de trem com viagens que chegam diariamente de Paris. Os valores e horários podem ser consultados diretamente pelo site da SNCF, empresa que faz os trechos.

A cidade de Castelnaudary

A cidade de Castelnaudary

O que fazer no Canal do Midi na França:

A ideia desse roteiro  seguir o trajeto do rio, parando pelas cidades que margeiam o canal. Toulouse e Carcassonne são as mais bonitas delas, com construções históricas, lindas praças e vários pontos turísticos para visitar. Mas não são as únicas. Montamos aqui a listas de todas elas.

  • Toulouse: É a maior cidade de toda a extensão do Canal do Midi. Tem como arquitetura principal as construções feitas com tijolos rosa, que deram ao apelido de cidade rosada. Destaque para o Capitólio, o Hôtel d’Assézat que funciona como galeria de arte, a Catedral de Toulouse e a Notre-Dame de la Dourade.

Canal do Midi de barco

Canal do Midi de barco: O canal corta a cidade de Toulouse

  • Castelnaudary: Cidadezinha com ar medieval. Não há muitas construções importantes por lá, mas vale a pena fazer uma parada e caminhar pelo centro e conhecer o Moulin du Cugarel, moinho construído em 1921.

Mais de Castelnaudary

  • Carcassonne: Muitos dizem ser a cidade mais charmosa da região do Midi, e não é sem  motivo. Ela é dividida em três partes, sendo duas as ideias para passeio, a La Cité, cidade murada, e a La Bastide St.Louis, cidade baixa medieval. Destaque para o Castelo de Carcassone, a Basílica de Saint-Nazaire e o mercadão de Les Halles.
Viagem Canal do Midi

Viagem Canal do Midi: Carcassonne é uma das cidades cortadas pelo Canal do Midi

  • Trèbes: É um cidadezinha pequena, porém é onde fica uma das pontes mais conhecidas do Canal do Midi, a Pont de la Rode. Foi projetada pelo engenheiro francês Pierre-Paul Riquet, toda feita de pedras em forma de um arco.
Trebes, mais uma do roteiro pelo Canal du Midi

Trebes, mais uma do roteiro pelo Canal du Midi

Climinha a beira do canal

  • Agde: Cidade costeira, super charmosa e de culinária rica. As influências mediterrâneas são as mais fortes, com ótimos restaurantes de frutos do mar. Gostamos muito do La Pacheline, que usa ingredientes frescos e mistura de sabores.

Agde

  • Sète: Cidade que encerra o Canal do Midi. A cidade tem de um lado o mar e do outro o rio, ou seja, fica rodeada de água e tem seus costumes ligado a tradição dos barcos. Os calçadões nas margens são alguns dos lugares charmosos para se visitar por lá.
Dicas Canal do Midi

Dicas Canal do Midi: Cidade de Sète

Como fazer o percurso pelo Midi: barco ou bicicleta

A forma mais tradicional de fazer esse roteiro é alugando o barco e percorrendo o canal por conta própria.

As embarcações são chamadas de “péniche” e têm estrutura de uma casa flutuante, com cozinha, quartos e banheiros.

Vamos explicar como funciona, mas se isso não for a sua praia, saiba que há também passeios coletivos, que fazem só alguns trechos. Os valores são a partir de 25€ por pessoa por 4 horas de passeio

Uma outra opção é fazer o travessia de bicicleta, passando pelas estradas que margeiam o Canal do Midi. É uma atividade muito comum na região, que recebe amantes do ciclismo do mundo inteiro. Cidades como Agde, Carcassonne e Toulouse têm lojas para alugar magrelas especiais para o trajeto. (Maison de Vélo em Toulouse e Génération VTT em Carcassonne)

alugar barco canal du midi

Alugar barco Canal du Midi: Péniche passando por uma das eclusas do Canal do Midi na França

Como alugar um péniche:

Por ser um canal turísticos e de baixa velocidade, não é preciso ter licença de navegação para alugar um péniche, barco com acomodações que servem como carros que percorrem a extensão do Midi.

O aluguel é simples. Basta entrar no site de uma das empresas que oferecem o serviço, Les Canalous, Le Boat, ou Locaboat, inserir os dados da viagem e escolher o modelo que se encaixa no seu perfil.

Normalmente são três tipos de péniche, que variam no espaço e conforto disponível dos barcos.

Os mais baratos são aqueles que acomodam até 6 pessoas, que tem cozinha compacta e espaço compartilhado para dormir.

Há a categoria mediana, com banheiro, quartos individuais e cozinha para até 9 pessoas.

E por fim, a categoria luxo, com espaços amplos, cozinha, sala, quartos e banheiros individuais, comportando até 10 pessoas.

Os valores vão variar de acordo com a escolha da categoria e o número de pessoas a bordo. As versões de baixo custo são a partir de 300€ e as de luxo a partir de 600€, para famílias de 4 pessoas em 1 semana se aluguel.

Há o limite de duas semana para uso dos barcos, então os restante da viagem pode ser feita por terra.

O que conhecer no Canal do Midi

O que conhecer no Canal do Midi: Aluguel dos péniches

Quanto tempo ficar

Independente de alugar um barco para percorre o canal, ir conhecendo as cidades de carro ou de bicicleta, é preciso pelo menos uma semana completa para visitar todos os lugares lindos que a região de Midi esconde.

Onde ficar: Cidades no Canal de Midi

Para quem quiser estender a viagem, ou prefere não alugar o barco, ou quer conhecer somente um trecho do Canal do Midi, a dica é se hospedar em uma das cidades no caminho. Nós recomendamos duas que são incríveis, Toulouse e Carcassonne.

Toulouse

Em Toulouse, o Novotel Toulouse Centre Compans Caffarelli é um dos nossos favoritos. Tem quartos amplos e confortáveis, inclusive para famílias, café da manhã incluso na diária e uma localização ótima, a poucos minutos do Canal do Midi.

Outra opção é o Pullman Toulouse Centre, igualmente perto do canal e da estação de trem da cidade.

Onde se hospedar em Toulouse

Onde se hospedar em Toulouse: Novotel Toulouse Centre Compans Caffarelli

Hotéis em Toulouse

Hotéis em Toulouse: Novotel Toulouse Centre Compans Caffarelli

Melhores hotéis em Toulouse

Melhores hotéis em Toulouse: Novotel Toulouse Centre Compans Caffarelli

Onde ficar em Toulouse

Onde ficar em Toulouse: Pullman Toulouse Centre

Hotéis em Toulouse

Hotéis em Toulouse: Pullman Toulouse Centre

Carcassonne

Em Carcassonne, a dica é ficar no Hotel de la Cité & Spa, que fica em um castelo medieval na cidade murada.

Os quartos seguem o estilo clássico da arquitetura, alguns com varanda e vista indevasada. Tem quartos para famílias, uma piscina externa e o café da manhã é servido no jardim da propriedade.

Onde se hospedar em Carcassonne

Onde se hospedar em Carcassonne: Hotel de la Cité & Spa

Hotéis em Carcassonne

Hotéis em Carcassonne: Hotel de la Cité & Spa

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.