O que fazer no Delta do Parnaíba: Guia completo

Um arquipélago formado por mais de 70 ilhas e entre elas há mangues, dunas, lagoas, animais silvestres, rios e, finalmente, o mar. Esse é o cenário paradisíaco formado pelo Delta do Rio Parnaíba, que fica entre os estados do Piauí e Maranhão. Esse fenômeno natural se estende por terras brasileiras e é imperdível para quem ama ecoturismo. Nesse post damos todas as dicas para  conhecer esse canto do Brasil ao. Você encontrará o que fazer no Delta do Parnaíba, como chegar, as opções de hospedagem e como funcionam os passeios por lá. Confere tudo, e aproveita os feriados de abril e maio para programar  sua viagem!

O que é um delta:

O delta é formado quando a foz de um rio se abre em vários canais, formando pequenas ilhas até desaguar no mar. Esse fenômeno natural acontece em alguns outros lugares do mundo também, como o Nilo na África, e o Mekong Vietnã. Aqui no Brasil se repete em alguns lugares também, como Amazônia e Parnaíba.

Delta do Parnaíba o que fazer

Quando ir para o Delta do Parnaíba:

A melhor época para conhecer o Delta do Rio Parnaíba é nos meses de maio, junho e julho, quando as temperaturas não são tão elevadas e chove menos na região. Os meses de dezembro e janeiro também podem ser uma boa pedida para quem viaja em férias escolares,  já que a quantidade de chuva ainda não é elevada.

Como chegar em Parnaíba:

O ponto de partida para os passeios até o delta é a cidade de Parnaíba, quem até tem um aeroporto internacional, mas recebe poucos voos. A única companhia aérea que voa para a cidade é a Azul, e com saídas irregulares durante os meses. A opção mais viável é ir até Teresina, a capital do Estado, que fica a 330 km de Paraíba. Lá você pode alugar um carro ou fazer o trajeto de ônibus, que dura em média 5 horas de viagem.

Como chegar no Delta:

A saída para o Delta do rio Parnaíba é o porto dos Tatus, na Ilha Grande, localizado a 9 km da cidade de Parnaíba. Os passeio começam cedo, duram o dia inteiro e custam em média R$250,00 para lanchas até 5 pessoas e R$60,00 para barcos com até 60 passageiros.

Porto dos Tatus

Porto dos Tatus

O que fazer em Delta do Parnaíba:

Um dos passeios mais populares em Delta do Parnaíba é o de barco. Saindo do Porto dos Tatuas, as embarcações seguem por uma paisagem com mangues, dunas e lagos. Durante o caminho, é possível ver as ilhas formadas pelo delta. As paradas incluem a Ilha dos Poldros, entre o rio e o mar aberto, a praia do Pontal e as dunas do Morro Branco. As embarcações costumam ter guias nativos, que indicam não só os pontos pelo trajeto como também apontam curiosidades da fauna e flora local. A dica é ficar atento as árvores, ondem podem ser vistos macacos e pássaros.

Delta do Rio Parnaíba

Delta do Rio Parnaíba

Ilha dos Poldros

Ilha dos Poldros

Morro Branco

Morro Branco

delta parnaíba o que fazer delta parnaíba melhor epoca

Dicas para o passeio pelo Delta:

  • A visitação ao Delta do rio Parnaíba dura entre 7 e 8 horas, então alguns itens são essências.  Por ser uma área de preservação ambiental quente e com mosquitos, o repelente é um desses itens, principalmente para quem vai com criança. Protetor solar, boné, e toalha também devem estar na bolsa.
  • Certifique-se do ponto de partida para o passeio até o Delta. Algumas empresas de turismo fazem caravana de ônibus até o Porto dos Tatus e outras marcam o início diretamente lá, tendo que ir de forma independente de carro.
  • Se você ama frutas, deixe para tomar o café da manhã no barco que faz o passeio. Quase todos oferecem já no embarque um seleção que inclui também jaca e caju nativos.
  • Os melhores passeios são aqueles que oferecem o almoço, frutas liberadas e a degustação de carangueiro, pescados na região.

Outras opções de passeio:

O passeio pelo Delta é a principal atração da região, mas há mais opções do que fazer. Começando pela parte histórica de Parnaíba, o Porto das Barcas. No local há armazéns antigos construídos no início do século XX para estocar babaçu e cera de carnaúba. Hoje as casinhas coloridas abrigam restaurantes, lojas, bares e pousadas, perfeito para caminhada.

Quem gosta de apreciar o pôr do sol não pode perder o espetáculo visto da praia da Pedra do Sal, na Ilha Grande, a 20 minutos de carro de Parnaíba. No local também acontece a revoada dos guarás, um pássaro grande de cor avermelhada que é típico do Piaui. Você pode fazer essa passeio no mesmo dia do Delta, indo após a chegada no Porto dos Tatus.

Outro passeio leva para a Lagoa do Portinho, rodeada por dunas de areia branca, palmeiras e carnaúbas. Segundo a lenda, a lagoa surgiu das lágrimas da índia Macyrajara, que chorou por dias a morte do seu amor.

Fora isso, o Delta faz parte de um roteiro integrado chamado Rota das Emoções, composto pelos Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Jericoacoara.

 

delta parnaíba passeios

Porto das Barcas

Onde se hospedar em Parnaíba:

Como a cidade de Parnaíba é a porta de entrada para visitação do Delta, a melhor opção é se hospedar nela. A região do Porto das Barcas (onde ficar o centro histórico) é uma boa pedida para quem quer conhecer também os pontos turísticos da cidade e ficar perto dos restaurantes. Nossa indicação por lá é a Casa de St. Antônio, um hotel boutique com  piscina ao ar livre, academia, restaurante-bar e wi-fi gratuito. Os quartos são decorados com elementos colonias e equipados com ar condicionado e frigobar.

hoteis Delta do Parnaiba Casa de St. Antônio Hotel Boutique

Casa de St. Antônio Hotel Boutique

pousadas Delta do Parnaiba St. Antônio Hotel Boutique

Casa de St. Antônio Hotel Boutique

2 Comments

  • Olá tudo bem Juju? O passeio atualmente esta custando R$ 70,00 por pessoa no barco grande para até 76 pessoas. E a lancha você encontra a partir de R$ 350,00 no passeio Delta Canárias e os guarás R$ 450,00. Não tenho certeza mas acredito que a partir de Julho/2018 a prefeitura de Ilha Grande vai cobrar taxa de visitação de R$5,00. Estou escrevendo isto só pra deixar o pessoal atualizado. Um forte abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.