O que fazer no Delta do Parnaíba: Guia completo

Um arquipélago formado por mais de 70 ilhas e entre elas há mangues, dunas, lagoas, animais silvestres, rios e, finalmente, o mar. Esse é o cenário paradisíaco formado pelo Delta do Rio Parnaíba, que fica entre os estados do Piauí e Maranhão. Esse fenômeno natural se estende por terras brasileiras e é imperdível para quem ama ecoturismo. Nesse post damos todas as dicas para  conhecer esse canto do Brasil ao. Você encontrará o que fazer no Delta do Parnaíba, como chegar, as opções de hospedagem e como funcionam os passeios por lá. Confere tudo, e aproveita os feriados de abril e maio para programar  sua viagem!

O que é um delta:

O delta é formado quando a foz de um rio se abre em vários canais, formando pequenas ilhas até desaguar no mar. Esse fenômeno natural acontece em alguns outros lugares do mundo também, como o Nilo na África, e o Mekong Vietnã. Aqui no Brasil se repete em alguns lugares também, como Amazônia e Parnaíba.

Delta do Parnaíba o que fazer

Quando ir para o Delta do Parnaíba:

A melhor época para conhecer o Delta do Rio Parnaíba é nos meses de maio, junho e julho, quando as temperaturas não são tão elevadas e chove menos na região. Os meses de dezembro e janeiro também podem ser uma boa pedida para quem viaja em férias escolares,  já que a quantidade de chuva ainda não é elevada.

Como chegar em Parnaíba:

O ponto de partida para os passeios até o delta é a cidade de Parnaíba, quem até tem um aeroporto internacional, mas recebe poucos voos. A única companhia aérea que voa para a cidade é a Azul, e com saídas irregulares durante os meses. A opção mais viável é ir até Teresina, a capital do Estado, que fica a 330 km de Paraíba. Lá você pode alugar um carro ou fazer o trajeto de ônibus, que dura em média 5 horas de viagem.

Como chegar no Delta:

A saída para o Delta do rio Parnaíba é o porto dos Tatus, na Ilha Grande, localizado a 9 km da cidade de Parnaíba. Os passeio começam cedo, duram o dia inteiro e custam em média R$250,00 para lanchas até 5 pessoas e R$60,00 para barcos com até 60 passageiros.

Porto dos Tatus

Porto dos Tatus

O que fazer em Delta do Parnaíba:

Um dos passeios mais populares em Delta do Parnaíba é o de barco. Saindo do Porto dos Tatuas, as embarcações seguem por uma paisagem com mangues, dunas e lagos. Durante o caminho, é possível ver as ilhas formadas pelo delta. As paradas incluem a Ilha dos Poldros, entre o rio e o mar aberto, a praia do Pontal e as dunas do Morro Branco. As embarcações costumam ter guias nativos, que indicam não só os pontos pelo trajeto como também apontam curiosidades da fauna e flora local. A dica é ficar atento as árvores, ondem podem ser vistos macacos e pássaros.

Delta do Rio Parnaíba

Delta do Rio Parnaíba

Ilha dos Poldros

Ilha dos Poldros

Morro Branco

Morro Branco

delta parnaíba o que fazer delta parnaíba melhor epoca

Dicas para o passeio pelo Delta:

  • A visitação ao Delta do rio Parnaíba dura entre 7 e 8 horas, então alguns itens são essências.  Por ser uma área de preservação ambiental quente e com mosquitos, o repelente é um desses itens, principalmente para quem vai com criança. Protetor solar, boné, e toalha também devem estar na bolsa.
  • Certifique-se do ponto de partida para o passeio até o Delta. Algumas empresas de turismo fazem caravana de ônibus até o Porto dos Tatus e outras marcam o início diretamente lá, tendo que ir de forma independente de carro.
  • Se você ama frutas, deixe para tomar o café da manhã no barco que faz o passeio. Quase todos oferecem já no embarque um seleção que inclui também jaca e caju nativos.
  • Os melhores passeios são aqueles que oferecem o almoço, frutas liberadas e a degustação de carangueiro, pescados na região.

Outras opções de passeio:

O passeio pelo Delta é a principal atração da região, mas há mais opções do que fazer. Começando pela parte histórica de Parnaíba, o Porto das Barcas. No local há armazéns antigos construídos no início do século XX para estocar babaçu e cera de carnaúba. Hoje as casinhas coloridas abrigam restaurantes, lojas, bares e pousadas, perfeito para caminhada.

Quem gosta de apreciar o pôr do sol não pode perder o espetáculo visto da praia da Pedra do Sal, na Ilha Grande, a 20 minutos de carro de Parnaíba. No local também acontece a revoada dos guarás, um pássaro grande de cor avermelhada que é típico do Piaui. Você pode fazer essa passeio no mesmo dia do Delta, indo após a chegada no Porto dos Tatus.

Outro passeio leva para a Lagoa do Portinho, rodeada por dunas de areia branca, palmeiras e carnaúbas. Segundo a lenda, a lagoa surgiu das lágrimas da índia Macyrajara, que chorou por dias a morte do seu amor.

Fora isso, o Delta faz parte de um roteiro integrado chamado Rota das Emoções, composto pelos Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Jericoacoara.

 

delta parnaíba passeios

Porto das Barcas

Onde se hospedar em Parnaíba:

Como a cidade de Parnaíba é a porta de entrada para visitação do Delta, a melhor opção é se hospedar nela. A região do Porto das Barcas (onde ficar o centro histórico) é uma boa pedida para quem quer conhecer também os pontos turísticos da cidade e ficar perto dos restaurantes. Nossa indicação por lá é a Casa de St. Antônio, um hotel boutique com  piscina ao ar livre, academia, restaurante-bar e wi-fi gratuito. Os quartos são decorados com elementos colonias e equipados com ar condicionado e frigobar.

hoteis Delta do Parnaiba Casa de St. Antônio Hotel Boutique

Casa de St. Antônio Hotel Boutique

pousadas Delta do Parnaiba St. Antônio Hotel Boutique

Casa de St. Antônio Hotel Boutique

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.