Viagem a Fernando de Noronha – dia 1

Nossa terceira vez em Fernando de Noronha, e a gente só consegue amar mais e mais esse lugar. Noronha é um caso de amor, e se eu fosse resumir, diria que a ilha reúne tudo o que já vimos de mais lindo nas praias pelo mundo em um só lugar. É um concentrado, entende? Tem uma vida marinha incrível, água azul cristalina,rochas emergindo do mar, natureza, tranquilidade, ações de proteção ao ecossitema, e uma vasta variedade de atividades para fazer.

A quem nos pergunta quantos dias passar em Noronha, a resposta é: o dobro do tempo você tiver \o/ \o/ \o/. E aí em cima disso, vocês montam a viagem: o que fazer, em que praias ir, etc. Para ajudar nessa nessa programação, a gente divide como vocês nosso diário de bordo: o que fizemos nesses 10 dias de viagem. Assim você pode ver o que tem por lá, e escolher!

blog18

abre agua cristalina

DIA 1

Saímos do Rio num voo da Azul. A Gol também voa, mas as passagens da Azul estavam mais em conta: conseguimos uma ida e volta por R$1300! Claro, foi um voo puxado, com conexão em Campinas e Recife. Embarcamos 7h e chegamos 15h20, a tempo de ver o pôr-do-sol no Fortinho São Pedro. É o point mais clássico, com música ao vivo e vista para as praias do Bode, Americano e Cacimba. É a vista que a gente acha mais incrível, porque é de onde se vê melhor e maior a pedra dos Dois Irmãos.

FORTINHO S PEDRO fortinho

fortinha3

Nosso jantar foi no Beijupirá Lodge Noronha, onde também ficamos hospedados. O Beijupirá é aquele restaurante de Olinda e Porto de Galinhas, super premiado. Eles expandiram as atividades e abriram alguns hoteis de charme pelas praias mais lindas do Brasil, e o Lodge Noronha é um deles. Provamos quase todas as delícias do cardápio, e indico uma por uma (leia mais sobre a pousada aqui)

Aproveitamos logo nossa chegada e passamos na sede do Ibama/ICM-Bio para pegar nossa carteirinha de entrada no Parque Marinho, e reservar a data do passeio pra Praia da Atalaia (um bercário marinho, que tem limite de visitantes/dia. A dica aqui é reservar logo a sua ida).

Agora explicando sobre a carteirinha do Parque: Noronha tem uma parte que é APA (área de proteção ambiental) e onde a gente circula livremente. A outra parte é Parque Marinho (Parnamar), que inclui as praias do Sancho, Leão e Atalaia, a Baía Sueste,  ilhas Gineta, Rasa e do Meio. Hoje, para entrar no Parnamar, precisa pagar um ingresso, que custa R$ 75,00 para brasileiros e R$ 150,00 para estrangeiros. Este ingresso, válido por 10 dias, dá ao visitante o direito de acessar todas as áreas do Parque Nacional. Ah, sim, e  70% do valor arrecadado com os tíquetes são revertidos para ações no Parque Nacional.

COMO CHEGAR EM NORONHA: Gol e Azul têm voos para lá.

ONDE FICAR: Beijupirá Lodge Noronha

*****LEIA MAIS SOBRE FERNANDO DE NORONHA AQUI*****

O Juju na Trip viajou com apoio do Beijupirá e da Coordenadoria de Turismo de Fernando de Noronha

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Current ye@r *