Semana Santa em Ouro Preto

A primeira vez que passei a semana santa em Ouro Preto foi quando eu tinha 10 anos. Meus pais me levaram, e acho que foi uma das viagens mais mágicas da minha infância.  Anos mais tarde, numa turma de alunos capitaneada pelo mestre Walter Firmo, voltamos a Ouro Preto numa expedição fotográfica atrás de cliques criativos feitos com máquinas analógicas. Pelo menos vinte anos se passaram entre uma viagem e outra, e deslumbramento foi o mesmo. Esse ano, como em todos os domingos de Páscoa, no dia 15 de abril, o ritual de repete. E vale à pena conferir.
7061341481_644d55a52d_k3511248523_a9caf8ca20_o
O que quero dizer com isso é que a semana santa em Ouro Preto é o tipo de viagem para qualquer idade. Poucos lugares em Minas são tão vibrantes quanto Ouro Preto, sede de uma Universidade Federal e foi tomada por repúblicas de estudantes. É uma cidade alegre, cheia de gente pelas ruas, com restaurantes, tavernas, teatros, festivais. E isso em meio um cenário de época belíssimo. Ouro Preto foi o primeiro sítio brasileiro listado como patrimônio da humanidade pela Unesco, em 1980, e tem um dos melhores conjuntos do barroco nacional. Além das igrejas com obras do Aleijadinho e adornadas com ouro, a cidade tem um casario colonial conservado que resgata o charme da antiga Vila Rica.
E na semana santa, tudo é ainda mais divertido e interessante. Num ritual que se repete há 200 anos, a cidade é coberta por tapetes feitos com pó colorido de serragem, café e cal, formando desenhos de todos os tipos. Nas casas, as janelas ganham tapetes de fuxico, rendas, flores. Adoramos ficar ali com o pessoal, vendo os tapetes serem feitos. Os moradores passam a madrugada de sábado para domingo nesse processo, e aí tem música, seresta, café quentinho, pão de queijo. E papeando, dá pra pegar uma carona e botar a mão na massa junto com eles.
 6915258898_5b30b40008_k

No dia seguinte, logo pela manhã, a procissão sai pelas ruas, percorrendo o caminho dos tapetes. Na sequência da festa religiosa, fanfarras tomam da cidade, e tudo culmina com uma  a irreverente  Malhação de Judas.

E a viagem tem uma vantagem gigantesca: em Ouro Preto não precisa alugar carro (e nem deve, porque a cidade é para ser explorada a pé), e dá pra chegar de ônibus.

Para se hospedar na Semana Santa,  Pousada do Mondego também é incrível, tem um café da manhã maravilhoso, e faz parte do Roteiro de Charme. A pousada fica numa das melhores localizações de Ouro Preto, do lado de Igreja São Francisco de Assis e da Praça.
Outras boas opções são  o Solar do Rosário o Hotel Pousada do Arcanjo .

4495008482_830868145e_b semana-santa-de-ouro-preto semana-santa-de-ouro-preto118607904882_c3be94842a_k 8613563818_c7a7c2c007_k 8624696927_464bd8b309_k  10209669286_434d7cb424_k

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.