Ceará: melhores praias para roteiro de carro

Praias, mangues, restingas, falésias,  lagoas, vilarejos charmosos, bons restaurantes e atividades no mar e na areia fazem do Ceará um dos destinos mais encantadores do litoral  brasileiro.  Embora seja um dos menores estados do país, o Ceará tem uma das maiores costas: são 578 km de extensão, com lugar ao sol pra quem quer agitar ou relaxar.  Nesse post, organizamos duas rotas com as melhores praias pra para quem quer viajar de carro pelo Ceará.

As duas rotas partem de Fortaleza. Uma segue pela costa oeste (Costa do Sol Poente, nossa preferida)  outra pela costa leste (Costa do Sol Nascente).

 Quando ir para o Ceará

A melhor época para conhecer a região é de julho à março, quando o sol aparece e as águas ficam bem mais convidativas. Entre setembro e dezembro, é a temporada de ventos, ideal pra quem gosta de kite e windsurfe.

Como chegar

Primeiro você precisa chegar em Fortaleza. Latam, Azul, Gol e Avianca têm vôos para lá. Depois, alugue um carro no aeroporto, e siga viagem.

1) Começando a viagem: Fortaleza – Rota Sol NascenteRota Sol Nascente Ceará Fortaleza

O nosso primeiro roteiro começa em Fortaleza e segue até Canoa Quebrada pela Rota Sol Nascente. Programamos dez dias de estrada, com parada lugares.

Em Fortaleza, a gente recomenda um dia. Tente chegar pela manhã para aproveitar bem. A região de Beira-Mar oferece opções bem legais de programas, restaurantes e tudo mais

Se você chegou pela manhã, anote algumas coisas legais pela cidade:

  • Gula: Para comer frutos do mar, o Coco Bambu é uma excelente opção; já para comer o tradicional caranguejo cearense, rime para a barraca Chico do Caranguejo.
  • Compras: Rendas, redes, trançados, cerâmicas. Para compras desse gênero, os melhores endereços em Fortaleza são o Mercado Central e o  Centro de Artesanato do Ceará.
  • Imperdível: Não deixe de visitar o Theatro José de Alencar , um dos teatros mais originais do país, com uma estrutura metálica em estilo art-nouveau. Ali perto, fica também a Praça dos Leões, bem linda, e o Museu do Ceará, com um belo acervo de móveis, objetos históricos, artefatos indígenas e uma coleção de cordel.
  • Pôr do sol: vale separar um tempinho para ver o fim de tarde  do Espigão da Praia de Iracema. É tão clássico que tem até banquinhos coloridos instalados nas rochas, para tornar a experiência ainda mais agradável.
  • Onde ficar em Fortaleza: De frente a Praia do Meireles, você pode aproveitar o sol de Fortaleza na hidromassagem ou na piscina do Seara Praia Hotel.  O Marina Park Hotel tem uma piscina incrível, academia e restaurante nas instalações. Fica na região da Praia de Iracema.

Espigão da Praia de Iracema

2) Seguindo para Praia de Porto das Dunas e Beach Park

Se você pretende ir de Fortaleza direto para praia, o melhor é sair logo pela manhã e seguir para Aquiraz, a cerca de 32 km de distância, e onde também fica o Beach Park. Se quiser curtir as praias e Beach Park, o ideal são dois por aqui.

No primeiro dia, se esbalde nos brinquedos do parque aquático. E tire o dia seguintes para curtir as praias. As melhores praias são as de Porto das Dunas (onde fica o parque), Barro Preto (que é bem azulina),  Prainha (com boas barracas de praia) e  Presídio (com águas calmas). Depois, emende num passeio histórico. Aquiraz foi a primeira capital do Ceará,  e tem um roteiro bem bacana, que inclui o Museu Sacro,a s Ruínas dos Jesuítas e a Praça e Igreja da Matriz.

Por aqui, também vale dar um pulo Prainha, que tem boas barracas de praia e um pequeno vilarejo, onde há rendeiras vendendo artesanato. Para quem está atrás de águas calmas, a Praia do Presídio é uma boa opção – só fuja na época do carnaval, porque fica bem cheia.

  • Bate-volta: A 40 minutos de Aquiraz, fica o município de Cascavel, e a Praia de Águas Belas: o lugar ideal para quem procura realmente se isolar do mundo. Um destino bem vazio e pouco explorado, com poucas barracas na praia – apenas o suficiente para oferecer uma boa estrutura. A praia tem dunas, piscinas naturais e tudo mais. Mas o que torna a experiência especial é o encontro do Oceano Atlântico com o Rio Mal Cozinhado, podendo escolher entre as águas quentes e salgada da praia ou a água gelada e doce no rio.
  • Onde comer: Se você está à procura de culinária regional, o restaurante Restaurante Benjamim é o lugar ideal. Outro ótimo é a Barraca da Dona Diva (frutos do mar)
  • Onde ficar em Aquiraz: Beach Park Resort conta com decoração rústica, dentro do complexo do parque e com fácil acesso as instalações, clube infantil, quadras de esporte e a praia. Se a ideia for algo mais tranquilo, o Dom Pedro Laguna é uma boa: fica em área de preservação ambiental na praia de Marambaia, com 38 water villas interligadas por uma lagoa navegável. Privacidade total. Já o Carmel Charme Resort é um novinho em folha, com bangalôs, tudo bem bacaninha, e na praia de Barro Preto.

Beach Park Ceará AquirazPraia de Barro Preto Aquiraz

3) Praia das Fontes/ Beberibe

A terceira parada da nossa viagem é Beberibe, a 54,5 km de Aquiraz. Por aqui, vale ficar um dia ou dois.

É nessa região que ficam as falésias coloridas que são o cartão-postal do Ceará. Para conhecer, vá direto para Morro Branco e percorra o “labirinto”. Há passeios e buggy para lá, e são feitos pela  Associação de Bugueiros do Morro Branco (R$60,00 em média – mais informações pelo (85) 99926-6341 (85) 98696-2691). O visual é incrível, com escarpas que vão do tom areia ao terracota (são mais de 12 tons! Você pode também caminhar pelo labirinto das falésias.

Do lado de Morro Branco, fica a Praia das Fontes, repleta de fontes naturais de água doce. Podemos ver água jorrando das falésias, e tem chuveiros instalados para banho com essa água.  Outro ponto legal aqui é a Gruta Mãe D’água. Você pode completar o passeio indo até Uruaú, com  dunas e lagoas ótimas para fazer kite e esqui aquático.

Pra quem gosta de artesanato, essa região é muito especial por conta da silicografia – a arte de desenhar com areias em garrafas de vidro. Antigamente a areia era retirada das falésias, mas hoje é produzida pelas artesões, com o intuito de preservar o patrimônio. Ainda em artesanato, as obras em barro e o trabalho minucioso das rendeiras são outros destaques.

  • Onde ficar em Beberibe: O Hotel Parque das Fontes tem uma decoração rústica, é ótimo para crianças e bem equipado. Conta com um parque aquático dentro das instalações, o vai fazer a alegria dos pequenos. Está perto da área das falésias e dunas, facilitando o deslocamento na cidade. O Coliseum Beach Resort está localizado na beira da Praia das Fontes, oferecendo um ambiente aconchegante e próximo de tudo que você precisa conhecer na cidade. Café da manhã, almoço e jantar são oferecidos no restaurante do hotel.

Praia das Fontes Falésia Vermelha

4) Canoa Quebrada

O último destino do roteiro da Costa do Sol Nascente, no Ceará. é Canoa Quebrada. A apenas 1h15 de Beribebe – cerca de 83 km – Canoa é simples e rústica. A cidade tem muitos bares e turistas, e é até meio bagunçadinha, mas ainda assim é gostosa. Dois dias são suficientes pra conhecer Canoa Quebrada, mas se quiser descansar e curtir, emende mais um dia.

 

Os atrativos de Canoa incluem passeio de buggy, lagoas, praia e noitada. Veja só:

  • Broadway: é a rua principal do Centro de Canoa Quebrada, com muitas lojinhas, restaurantes e bares com música ao vivo.
  • Praia: a Praia de Canoa Quebrada tem águas tranquilas e mornas, e são margeadas falésias. A praia da vila é cheia de barracas e muito movimentada. Pra fugir da bagunça, rume pra Ponta Grossi, Retirinho e Fortim.
  • Buggy, esquibunda, tirolesa e lagoa nas dunas: O passeio de buggy em Canoa Quebrada (R$50 p0r pessoa) vale muito à pena: começa pelo centrinho, depois segue para as falésias, e e então para as dunas (com ou sem emoção?). Depois, para em Cumbe para quem quiser fazer esquibunda (R$8), e segue para a tirolesa (que termina no lago, e custa R$10). O passeio acaba na Barraca Oásis, onde a boa é pedir um peixinho frito a aproveitar pra tomar banho de lagoa.
  • Passeio de Jangada: O passeio é feito com os pescadores locais, é a melhor pedida para admirar as falésias de longe. A vista é linda. E de julho e dezembro, dá pra ver ainda a pesca artesanal de lagostas, quando os pescadores jogam no mar os chamados manzuás — espécies de gaiolas que capturam os crustáceos.
  • Onde comer: o restaurante Bom Motivo serve peixes e frutos do mar, numa clima bem caseiro e gostoso.
  • Onde ficar em Canoa Quebrada: O Hotel e Pousada Tatajuba conta com piscina, jardim, café da manhã fica a 50m do centro da cidade e da praia. Também a alguns minutos da praia, o Long Beach é outra boa opção, com academia, piscina, restaurante e muito mais.

broadway canoa quebrada

2° Parte – Rota Sol Poente ou Litoral Oeste do Ceará

Subindo em direção ao oeste, fica a Costa do Sol Poente. Entre os dois roteiros, esse é nosso preferido. Aqui, ficam vilarejos mais charmosos, praias mais vazias. Se você tiver que escolher entre uma e outra, prefira opção. O trajeto de 10 dias de carro, conhecendo ponto a ponto das melhores praias desse pedaço do Nordeste, também começa em Fortaleza.

Rota Sol Poente Ceará Fortaleza

1) Cumbuco/ Caucaia – CE

A aproximadamente uma hora do centro de Fortaleza está Cumbuco – 41,3 km de distancia -, o primeiro ponto no roteiro Sol Poente. A Praia de Cumbucoé ótima para quem procura mais agitação e aventura.

Passeios como buggys, quadriciclos e tirolesa nas dunas fazem parte das atrações de Cumbuco, que também atrai muitos kitesurfistas por conta dos bons ventos que sopram por lá.  O preço dos passeios Buggy fica numa média de R$100,00 por pessoa, com cerca de 1:30h de duração e pequenas paradas. Lembrando que o pagamento aqui é apenas em dinheiro.

  • Praias pra curtir em Cumbuco: A praia de Cumbuco fica mais perto da vila, e é a mais cheia. Pra dar uma relaxada em areias mais vazias, tem a Barra do Cauipe e Icaraí.
  • De noite: a Vila de Cumbuca merece uma esticada gastronômica: aqui tem ótimos restaurantes.
  • Onde ficar em Cumbuco: com quatro restaurantes e estacionamento gratuito, o hotel Vila Galé Cumbuco é all inclusive, e um dos melhores nessa região.   O 0031 Boutique Hotel é bem charmoso, fica perto da praia, e tem uma escola de kite.

Praia de Cumbuco Dunas Ceará Cumbuco Kite praia do cumbuco passeios de buggy nas dunas

2) De Cumbuco para Lagoinha

No dia seguinte, saia logo cedo e passe o dia em Lagoinha, a uma hora de Cumbuco.  A praia é linda, vazia, emoldurada por coqueiros e falésias. Mas não há muito o que fazer por aqui, então só vale mesmo passar o dia

Você pode simplesmente curtir a praia, que é calma e com algumas piscininhas, ou fazer um tour pela vizinhança curtindo um dueto mar-lagoa. Aí, a dica  é fazer o passeio 3×1, feito parte em jardineira, parte em catamarã e parte de buggy. Primeiro, a jardineira roda por um trajeto com paisagens típicas do sertão. Em seguida, o tour continua de catamarã pela Lagoa da Almécegas. Por fim, o buggy faz a rota pela beira do mar  e passa por algumas lagoas.  Há divergências sobre o quão legal é o passeio, mas vale pra quem quer explorar a região.

Ceará Praia da Lagoinha

 

3) Flecheiras

A uma hora de distância de Lagoinha fica  a Praia de Flecheiras. Combinando coqueiros, caatinga e dunas, Flecheiras tem um clima bem pitoresco: uma vila de pescadores sossegada, banhada por um mar de águas mais claras e com piscinas naturais. Reserve uma noite para ficar por aqui.

De novo, os passeios de buggy pelas dunas são atrativo. Mas há mais coisas para fazer, nadar nas piscinas naturais que se formam entre os corais. Daqui, também vale um passeio até Mundaú e pegar a balsa pra dar um mergulho na lagoa (fica a 15 km).

Fim de tarde, o programa (como em Jeri) é ver o pôr do sol das dunas.

ONDE FICAR: O melhor hotel de Flecheiras é o Orixas, na praia.

Dunas de Flecheiras praia de flecheiras praia de flecheiras piscinas naturais praia de flecheiras piscinas naturais

4) Jericoacoara

O último ponto do nosso trajeto é o mais popular, e um dos principais polos turísticos do nordeste.  A vila de pescadores, com ruas de areia, cresceu bastante nos últimos anos, mas continua uma delícia. Por aqui, vale ficar pelo menos uns 4 dias.

Jeri, como toda a costa do Ceará, recebe os ventos alísios da África. E tem horas que ele bate forte na beira do mar. Por isso, aqui m Jeri, as melhores “praias” são de água doce:  as Lagoa Azul e Lagoa do Paraíso tem águas azuis, areia branca e focinha, redes e são o melhor lugar pra relaxar e pegar um solzinho. Tire um dia para fazer o passeio de buggy até elas.

Outras delícias pra fazer em Jeri:

  • Trilha da Pedra Furada: 30 minutos de caminhada pela praia (só pode ser feito na maré baixa). Na  maré alta, o percurso é feito pela Trilha do Serrote.  Julho é o mês ideal para conhecer essa região, por que é quando o sol se põe d0 lado do “furo”.
  • Dunas, esquibunda, mangue e lagoa da Tatajuba: é um passeio de dia todo, que passa por lugares lindos. Termina em Tatajuba, que não é uma lagoa de águas tão calmas quanto a Azul e do Paraíso, mas que vale à pena conhecer.
  • Fim de tarde: tem capoeira e depois pôr do sol do alto da duna. O ritual se repete todos os dias.
  • SUP, wind e surfe: Jeri tem boas escolinhas pra quem quer aprender esportes no mar.
  • Onde comer: Na Casa dela e Tamarindo são os melhores da área. Clima gostoso, música nativa e ótima comida.
  • Onde ficar em Jericoacoara: O Blue Residence Hotel fica à apenas alguns minutos do mar, frente a Praia de Jericoacoara. São quartos modernos, bem equipados e com vista  piscina do hotel. O My Blue Hotel também é ótimo, e tem acesso direto à Praia de Jericoacoara, cerca de um minuto.

Jericoacoara : dicas CearáJericoacoara Ceará Jericoacoara Ceará surfe ceará jericoacorara mangue ceará jericoacorara esquibunda

lagoa do paraíso ceará Jericoacoara aula de kite Ceará Jericoacoara

Quer viajar mais e ficar por dentro de todas as dicas, novidades e promoções?

Deixe seu email aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.