O que fazer em Puerto Natales: a cidade, cavalgadas e outros passeios

12181966154_1bb2a973f7_k

Puerto Natales é daquelas cidadezinha fofas e tranquilas às margens dos lagos chilenos. Tem um par de ruas com casas, árvores de outono, e uma vizinhança cheia de atrativos naturais e passeios. A 250 km de Punta Arenas e há apenas uma hora de Torres del Paine, é a cidade de entrada para a Patagônia Chilena. E é aqui que começamos a nossa viagem.

IMGM9540IMGM0196

 

Assim como foi para nós, Puerto Natales é o ponto de partida de muita gente que decide atravessar o Chile e a Patagônia, principalmente para aqueles que viajam com crianças. Além de ser super agradável, é um jeito de quebrar a viagem e fazer o percurso até o Parque de Torres del Paine menos cansativo.

Para vocês entenderem, nosso roteiro foi assim:

  • Saímos de avião do Rio-Punta Arenas (saímos 18h e chegamos 5h, porque o voo tem escala em Santiago) e depois pegamos um ônibus de 3h até Puerto Natales, onde ficamos por duas noites.
  • De Puerto Natales seguimos para o Tierra Patagônia, a 1h de van, e ficamos 3 dias.
  • De Torres del Paine, fomos para Chiloé: transfer Tierra Chiloé de volta para Punta Arenas  (3h) e voo para Puerto Montt (2h) , e outro transfer (3h) até o Tierra Chiloé
  • De Chiloé fomos para Púcon: transfer de volta até Puerto Montt, ônibus 6 horas até Temuco, e transfer de +/-1h até o hotel Vira Vira em Púcon.

Em Puerto Natales, ficamos no Remota, um hotel boutique de design incrível e à beira do Lago.  Como o Tierra e o Vira-Vira, é um all inclusive sofisticado, com alimentação, equipe de guias próprios, passeios incluídos, spa e um projeto arquitetônico premiado. Quem assina é Gérman del Sol, o mesmo do Explora,  é um hotel super legal para famílias.

IMGM9432stringio-5 stringio-9DCIM100GOPROGOPR9464.IMGM9500

Nós adoramos Puerto Natales. A cidade pesqueira é um destino aconchegante, tem algumas lojinhas, e um gostoso clima fique-à-toa. No entorno, há uma natureza cheia de atrativos. Fizemos uma cavalgada belíssima pelos bosques e por fiordes, andamos de bicicleta pela cidade e pelos arredores e, para quem quiser, ainda existe a possibilidade de ver pinguins, visitar o Glaciar Grey e o Serrano,  o Canal da Última Esperança, a Cueva Milodón ou fazer um mountain bike até o Parque de Torres del Paine (todos esses passeios estão inclusos na diária do Hotel Remota).

IMGM9973IMGM0190IMGM9972 IMGM0009IMGM9956 IMGM9929 IMGM9963 IMGM0081IMGM9953IMGM9958 IMGM9988 IMGM0049

 

Não nos preocupamos muito com a alimentação, porque no Remota as refeições estavam inclusas, e tudo é bem personalizado. Juju comeu super bem, e o que queria. Mas acredito que em Puerto Natales há opções para crianças que não comem de tudo (como é o nosso caso): há sempre uma boa spagheteria, seja qual for o destino.

GLACIAR GREY: É uma parede impressionante de gelo, com 19 km de extensão, dividida por um ilha que permite que até mesmo os turistas menos experientes cheguem bem próximos das espantosas formações de cor azul-intenso. Para quem tiver mais preparo físico, a dica é o trekking no glaciar, ou caiaque!!!  O passeio é feito de barco (3 horas de navegação), e é um tour de dia inteiro.

Nós não fizemos porque já conhecíamos o Perito Moreno e, segundo nosso guia, nesse caso, seria melhor usar nosso tempo para conhecer outras coisas. Mas se tivéssemos mais dias em Puerto Natales, não hesitaríamos em fazer esse tour! (catei umas fotos do Mundano e do ITorresdelPaine e usei aqui, só pra ilustrar que belezura é essa excursão. )

Glaciar-Lago-Grey-torres-del-paine-Patagonia-Chile-03 Tempanos-Glaciar-Grey Kayak-en-Glaciar-Grey chile-puerto-natales-glaciar-grey-6

NAVEGAÇÃO PELO SENO ULTIMA ESPERANZA (dia completo de navegação + caminhada de 1h): O passeio vai do lago até o estreito de Magalhães, passando por colônia de pinguins e pelo Glaciar Serrano.  Termina em um estância, com um assado de cordeiro (para os vegetarianos como nós, vale fazer uma observação ao marcar o passeio).

still-cormoranes-pan

CUEVA MILODÓN: A 25 quilômetros de Puerto Natales, no Chile, a Cueva del Milodón é uma imensa caverna onde foram encontradas evidências de que o homem já habitava esta região gelada há pelo menos 12 mil anos. Com 30 metros de altura e mais de 200 de profundidade, esse Monumento Histórico protegido pelo governo chileno é uma das boas atrações dessa região e vale a visita.

BIKE ATÉ TORRES DEL PAINE: É um tour de dificuldade alta e de dia inteiro, que nós não fizemos e que não tem perfil kids. Mas deve ser incrível: começa no setor Laguna Azul e vai até o setor Laguna Amarga, passando pela Cascata e pelo Rio Paíne.

BIKE PASSEIO: Puerto Natales é show para dar uma rolé de bike pela beira do lago, e pela cidade! No Remota tinha bicicletas para os hóspedes (adultos e crianças) e Juju amou ficar de bobeira pedalando. Nada melhor pra se sentir um insider!

IMGM0293 IMGM0287

CAVALGADA SERRA DOROTEA: são 4 horas de cavalgada tranquila pela beira de lagos, fiordes e com vistas exuberantes!

IMGM9918IMGM9592IMGM9914 IMGM9864IMGM9881 IMGM9832 IMGM9752

COMO CHEGAR EM PUERTO NATALES: 

De avião: Saindo do Brasil, os Aeroportos mais estratégicos para chegar a Puerto Natales são os de Punta Arenas, no lado Chileno, e os de El Calafate e Rio Gallegos, no lado Argentino. Indo pelo Chile, existe uma escala em Santiago antes da chegada à Punta Arenas e os vôos são operados pela Lan/Tam e Sky Airlines. Já no lado Argentino, a escala é feita em Buenos Aires e os vôos são operados pela Aerolíneas Argentinas/Austral e também pela Lan/Tam. O aeroporto de Puerto Natales só abre na alta estação.

De ônibus: De Punta Arenas até Puerto Natales, existem três empresas que fazem o trajeto: Buses FernandezBuses Pacheco e Bus Sur. Os ônibus saem das 7h até as 20h, quase de hora em hora. O deslocamento todo é longo e cansativo; por isso, muitos turistas optam por permanecer uma noite em Punta Arenas e só realizar o trecho terrestre no dia seguinte.

De carro; só é vantajoso se você já estiver descendo a América do Sul por cidades mais próximas da Cordilheira dos Andes ou se já estiver na capital chilena. Lembrando que este trajeto inclui passar duas vezes pelos procedimentos de fronteira.

O trajeto é composto por um longo trecho descendo de Santiago até a pequena Freire, pela Ruta Panamericana Sur (Ruta 5), e se deve entrar na Ruta 199, que é a mesma que dá acesso à Villarica e Pucón.

Feitos os trâmites de fronteira, a mesma estrada segue em território argentino passando por Junín de los Andes ates de se encontrar com a Ruta 40 e seguir até Río Turbio, passando por Bariloche e El Calafate, onde você pode fazer paradas para descansar e desbravar esses lugres incríveis.

Após cruzar a fronteira em Dorotea, de volta ao Chile, a Ruta del Fin del Mundo (Ruta 9), dá acesso tanto a Puerto Natales quanto a Vila Cerro Castillo, que marca o início da estrada de cascalho que dá acesso à Guardería Laguna Amarga, principal entrada e local de registro de visitantes do parque.

ONDE FICAR: No Hotel Remota.

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Current ye@r *