Busch Gardens: as melhores atrações

13906664853_b357963d66_b

Se perguntarem  pra gente qual o melhor parque de montanhas-russas de Orlando/Tampa, a resposta vai na mosca: Busch Gardens, Busch Gardens, Busch Gardens!! Pra quem curte quedas, descidas e adrenalina, é imperdível.

Tá bem, tem uma coisa que a gente não gostou: os animais. Eles ficam soltos numa área aberta, mas mesmo assim estão fora dos seus habitats e, pra gente, animal não é entretenimento em hipóteses alguma.

Feita a observação que não podia passar batida, voltemos à parte boa.  As montanhas-russas. A melhor, disparada, é a Sheikra. Ele merece todos os créditos que conquistou entre os fanáticos por adrenalina e mais alguns. É tão incrível que quase não conseguimos sair dela. Fomos 4 vezes seguidas, e depois fomos outra 4 de novo (pode trazer pra casa uma dessas?)

A Sheikra é assim: a gente sobe 61 metros, e  fica “pendurado” lá no alto por uns três segundos até ser solto numa descida de 90° de inclinação, onde o trem atinge 112 km/h!!! Aha-uhuuu!! Dá o play no nosso vídeo e vem com a gente nela!

VEJA AQUI HOTEIS EM TAMPA 

 

As outras atrações imperdíveis do Busch Gardens são:

Falcon’s Fury: é uma das novas atrações do parque,  uma torre de queda vertical e a única deste tipo na América do Norte. Com 102 metros, o equivalente a um prédio de 26 andares, a atração leva seus visitantes para despencar a uma velocidade 96 km/h. E com um plus: a cadeira de inclina, e a gente desce olhando para o chão!!!A queda dura cerca de 5 segundos.

Cheetah Hunt: a mais longa do parque, com 1.220 metros de percurso, e faz acelerações que vão de zero a 100 km/h em poucos segundos. Este arremesso não acontece apenas uma vez, mas três vezes! Em tempo: o limite de altura é menor aqui, e crianças com 1,2o metros já podem ir.

Montu: uma montanha russa bem intensa, com vários loopings e 7 inversões, isso tudo à velocidades superiores a 96 km/h. E mais: o carrinho vai preso sob os trilhos, e não sobre, então a gente vai com os pés soltos e sem nada embaixo. É uma sensação bem louca.

Kumba: veloz e grande, com loopings e várias inversões! Ela tem mais de 1.200 metros de extensão e o ride dela leva 3 minutos)

Cobra’s Curse: a mais nova montanha russa desse parque. Não é  mais radical, mas é definitivamente imperdível, e tem várias surpresas. Os carrinhos giram, sobem em elevadores e outras coisas do gênero. Como é atração novíssima, pelo menos quando fomos (agosto 2016), o fast pass não valia para ela.

Scorpion: Lembra aquelas montanhas-russas clássicas de antigamente,  com uma queda de 18 metros de altura e  um looping em 360º. É gostosinha.

Agora duas dicas úteis do Busch Gardens:

⇒ Busch Gardens fica em Tampa, a uma hora e meia de Orlando, então não deixe de sair com bastante antecedência do seu hotel se quiser chegar lá para as primeiras horas do parque aberto (quando está tudo mais vazio e você consegue aproveitar as atrações praticamente sem fila). Você pode ir de carro, ou aproveitar o ônibus do parque gratuito que sai do Sea World (ida e volta).

⇒ Use o Skyride (uma espécie de teleférico) e o trenzinho (chamado Serengeti Railway), que cortam o parque, para se locomover. O Busch Gardens e é gigantesco, e poupar um pouquinho que seja suas pernas é uma enorme vantagem.

O ingresso para o Busch esta US$79,99 para um dia, e o quick quede custa US$20,99. Mas existe a possibilidade de comprar o bilhete com visitas a dois parques Sea World, que custa US$ 109,99 (Aquatica, Busch, Sea World e Adventure Island).

Em tempo: aqui tem um vídeo do Falcon’s Fury filmado pelo pessoal do Orlando Attractios, que mostra bem como é:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Current ye@r *